Vittorio Danesi, CEO da Simpress. Foto: divulgação.

A Simpress, provedora de outsourcing de equipamentos e soluções, adotou a LIT plataforma digital da Saint Paul Escola de Negócios baseada em inteligência artificial, data driven marketing e IBM Watson, para o desenvolvimento de seus colaboradores.

Os funcionários agora têm três opções de planos especiais para ter acesso ao LITpass, com cursos nas áreas de inovação, transformação digital, marketing, finanças, liderança, estratégia, vendas, empreendedorismo e seguros, além do MBA.

“O que a gente faz é um modelo de coparticipação no qual a Simpress patrocina uma parte do programa e o colaborador tem a oportunidade de fazer uma assinatura do LIT a um preço muito democrático”, afirma o CEO do LIT, José Cláudio Securato.

A fim de incentivar o seu público interno, a provedora de outsourcing também vai eleger 100 pessoas na companhia para receber um subsídio adicional, uma bolsa anual do LITpass.

“O LITpass tem uma característica fundamental: alia temáticas interessantes à disponibilidade de conhecimento, a qualquer momento e lugar, e isso agilizará muito a aprendizagem de nossos profissionais”, ressalta Vittorio Danesi, CEO da Simpress.

Além disso, o uso de AI na plataforma permite construir uma trilha de informação para o perfil de cada colaborador, apresentando o que ele precisa aprender e descartando conteúdos já conhecidos.

Segundo a Simpress, pelo menos 1,5 mil de um total de 1,9 mil profissionais estão em fase de desenvolvimento de carreira. Nos primeiros 20 dias, a empresa registrou 100 assinaturas na plataforma.

O LIT oferece mais de 100 cursos, 25 mil horas de conteúdo, 1,5 mil exercícios, trilhas para 10 programas de MBAs, 7 mil livros digitais e 1 milhão de micro momentos na plataforma.

A Simpress conta com nove filiais, 2 mil contratos ativos e 160 mil equipamentos espalhados pelos 1,2 mil clientes atendidos pelo país.

Desde que foi adquirida pela Samsung, a companhia não abre dados de faturamento. Em 2013, último ano disponível, a empresa registrou receita de R$ 464 milhões.