O Grupo CAOA, revendedor de veículos Ford na América Latina e importador exclusivo da Hyundai e Subaru no Brasil, projeta economia de R$ 1 milhão em 36 meses com a migração de 860 computadores e thin clients para equipamentos da EcoPC com plataforma AMD.

O trabalho iniciou há cerca de seis meses, com a migração de parte dos PCs e thins da rede para terminais EcoPC 2020, que a fornecedora define como “computadores enxutos”, nas concessionárias e na fábrica da Hyundai em Anápolis.

Conforme o diretor de TI da CAOA, Vitor Edson Pereira, a rede projeta uma redução de 95% no consumo de energia e de 60% nos custos com manutenção e gerenciamento do parque computacional.

Ele explica que a empresa buscava uma alternativa ao uso dos thin que usava há cerca de cinco anos nas concessionárias.

“Tínhamos um gasto muito alto com a manutenção desses equipamentos, por conta de problemas recorrentes com hardware e software”, conta Pereira.

Depois de testar os novos terminais, a companhia decidiu ir além dos thins e substituir parte dos computadores tradicionais, usados por mais de 2,7 mil usuários em todo o país.

Segundo o diretor de TI, com os novos terminais o volume de problemas ligados aos computadores caiu de aproximadamente dez chamadas diárias para praticamente zero.

Agora, segundo o diretor, a meta é levar o projeto para todas as concessionárias que forem abertas no Brasil.

Já Everton Ramalho, diretor comercial e co-fundador da EcoPC Solutions, destaca que os equipamentos da marca com plataforma de processamento da AMD são usados hoje por mais de 500 empresas clientes.