Divulgação, Henriq FS/Flickr

Florianópolis ganhou destaque recentemente no site norte-americano especializado em negócios Business Insider como “a cidade que representa o futuro do Brasil”.

O mérito da capital catarinense está nas belezas naturais, baixo custo de vida frente a Rio e São Paulo, segurança e a facilidade de deslocamento aéreo para o Mercosul e as principais cidades brasileiras.

A cereja no bolo, no entanto, é a TI.

“Trata-se de uma vibrante cidade universitária e um hub tecnológico de crescimento rápido”, escreve Simon Black em seu artigo para o site.

TI FLORIANOPOLITANA
Atualmente, Florianópolis tem sua economia alicerçada principalmente no setor da tecnologia, que é o maior contribuidor de impostos, sendo responsável por mais de 45% do PIB no município.

Recentemente a cidade criou um fundo de R$ 15 milhões para o incentivo à inovação através de projetos na área que estimulem o desenvolvimento da cidade.

Antecedendo a aprovação da lei, em abril desse ano, a cidade já investiu, no ano passado, R$ 2,9 milhões numa rede própria de 174 quilômetros de fibra para conectar todos os órgãos municipais.
 
O circuito inclui toda a rede de saúde e educação. Serão interligadas as mais de 170 unidades da prefeitura a uma velocidade de 1Gbps - hoje, a conexão é de 1 Mbps.

INVESTIMENTOS
A cidade também receberá parte dos R$ 230 milhões destinados ao estado para a criação de institutos de tecnologia e de inovação pelo Senai. Do total, R$ 130 milhões serão de recursos do Senai Nacional, incluindo o financiamento do BNDES, e outros R$ 100 mil com recursos próprios.
 
Além disso, o Sapiens Parque, polo tecnológico da cidade, recebeu mais de R$ 69 milhões desde 2010 em investimentos, e deve abrigar, ainda em 2012, um laboratório da Phillips para desenvolvimento da tecnologia OLED (Organic LED) na InovaLAB.

“Se você é um empreendedor interessado em negócios com base no Brasil, e exposição internacional, pode se interessar nessa cidade”, sugere o autor.

FLORIANÓPOLIS
Uma das três ilhas capitais do Brasil, Florianópolis é a capital brasileira com o melhor índice de desenvolvimento humano (IDH), da ordem de 0,875. No índice geral, é a quarta maior do Brasil.

A cidade possui, segundo o Censo IBGE do ano de 2010, uma população de 421 mil pessoas. Sua região metropolitana possui 1 milhão de habitantes.

O PIB é de R$ 8 bilhões. Além da área de tecnologia da informação, outros setores importantes são o comércio, prestação de serviços e turismo.

O SUL COM CARTAZ
Segundo publicado pelo jornal Diário Catarinense, esta não é a primeira vez que a mídia internacional volta os olhos para Florianópolis. O jornal The New York Times e o canal inglês BBC World também já fizeram suas apostas na capital.

No mês passado, o site Nearshore Americans apontou a cidade de Curitiba – onde também há parques tecnológicos, como o Tecpar – como um importante ecossistema para startups em desenvolvimento, ao lado de São Paulo, Cali (Colômbia) e Cidade de México.

Enquanto isso, em Porto Alegre, a diferenciação é pelo esforço em atrair empreendimentos da área de semicondutores, com a Ceitec, fábrica ligada ao governo federal, e a joint venture HT Micron.