O Prefeito de Chapecó assinou novos decretos de incentivos fiscais para empresas de TI. Foto: Divulgação.

O Prefeito de Chapecó, José Caramori, assinou novos decretos de incentivos fiscais para empresas do setor de Tecnologia e Inovação. O incentivo concedido foi a redução da alíquota de ISS para as empresas. 

A alíquota de ISS padrão na cidade é de Chapecó de 4% sobre os serviços prestados. Para as empresas de TI, passa a ser de 2% por até 8 anos.

Desta forma a prefeitura incentiva o desenvolvimento do setor de TI e respeita a lei de responsabilidade fiscal, que proíbe redução total na cobrança de ISS ou a renuncia fiscal.

Caramori ressaltou que essa é apenas uma das ações de consolidação do setor de TI como matriz econômica. Aliado a isso, está a efetivação do Centro de Inovação, instalado junto à Unochapecó, e a viabilização do distrito tecnológico, pleito da Associação Polo Tecnológico do Oeste (Deatec), que deverá ocorrer em breve.

Os incentivos fiscais às empresas de Tecnologia e Inovação de Chapecó foram concedidos mediante análise do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (CMDE), priorizando-se a quantidade de empregos oferecidos. 

Em função dos incentivos, as empresas contempladas irão gerar 205 novas vagas de trabalho. 

O vice-presidente da Deatec, Ernani Zottis, acrescentou que a partir de agora, com a isenção, as empresas chapecoenses de TI começam a ter possibilidades de praticar uma concorrência mais justa, uma vez que empresas instaladas em outros municípios já têm esse benefício. 

“Isso evitará a evasão de empresas de Chapecó e dará segurança aos empresários para investir aqui no município”, afirmou.

Vinte e seis empresas associadas à Deatec foram beneficiadas: Interfoc; Infogen; Vision System; Onsis; AFJ; Infoger; Hextor; Messtechnik; Brasil Sistemas; Top System; Empresa de Tecnologia e Informação Computacional Avançada; Beanweb; Aphesis; Log Soluções Tecnológicas; E-combr; Inova; Unifo; Avior; Inet; DataTransp Sistemas; CBA Sistemas; Dimaqsul; CHP; Proxsis;  Mult Oeste; e Tec Chapecó.

A Deatec é uma associação de empresários da área de tecnologia fundada em 2005. Atualmente, a entidade cobre uma região com mais de 100 municípios, entre Joaçaba e São Miguel do Oeste e representa mais de 50 empresas que mantêm 1.300 empregados e geram R$ 60 milhões em faturamento.

Chapecó, no oeste catarinense e a cerca de 550 km de Florianópolis, tem sua matriz econômica focada no setor agropecuário, com empresas como BR Foods e Cooperativa Aurora sediadas na região. A Deatec espera colocar Chapecó no radar tecnológico catarinense, mais concentrado em Florianópolis e Blumenau. 

Ainda assim, o segmento de TI da região teve um crescimento de 25% a 30% em 2013, com produtos como ERP e softwares na área de energia e gestão agrícola.