Marcus Edrisse. Foto: Cast

A Cast acaba de ganhar três pregões eletrônicos para compras de TI no Ministério das Comunicações, Secretaria da Fazenda do Distrito Federal e Banco de Brasília, totalizando R$ 9,75 milhões.

Juntos, mobilizarão mais de 80 funcionários da empresa no atendimento de suas demandas.
 
No Ministério das Comunicações e no BRB, os contratos contemplam serviços de outsourcing de infraestrutura na operação e manutenção dos sistemas de TI.

Já a Sefaz marca o avanço da Cast na prestação de serviços ao governo do Distrito Federal.

Contratada para atuar em modelo de fábrica de software, a Cast apresentou, após vencer o pregão, uma prova de conceito ao cliente. A empresa teve dez dias para executar uma série de demandas no ambiente da Sefaz.
 
“Será a terceira Secretaria da Fazenda estadual atendida pela companhia. A expertise adquirida nos órgãos de São Paulo e Rio de Janeiro certamente é um diferencial em relação a outras empresas no mercado”, afirma Marcus Edrisse, diretor de Negócios – Governo da companhia..
 
Os negócios são anunciados menos de um mês depois da Cast fechar sete contratos com diferentes organismos ligados à área de transportes do governo de São Paulo, por um valor total de R$ 15 milhões por 374 mil horas/ano de serviços.

Serão atendidos a secretaria de Logística e Transportes do Estado de São Paulo e empresas relacionadas, incluindo o Departamento de Estradas de Rodagem, o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo, o Departamento Hidroviário, a Desenvolvimento Rodoviário S.A., a Companhia Docas de São Sebastião e a Agência Reguladora de Transporte.

Sediada em São Paulo e especializada em soluções de BI, ECM, serviços de TI, outsourcing e BPM, a Cast fechou o ano passado com um faturamento de R$ 170 milhões, uma alta de 18% frente aos resultados de 2010.