MARTECH

Stefanini faz nova compra em marketing

21/06/2022 07:42

Ecglobal é dona de uma plataforma para criar comunidades e redes sociais.

Guilherme Stefanini. Foto: Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Stefanini acaba de fechar uma nova compra na área de marketing digital: a Ecglobal, uma empresa brasileira sediada em Miami, dona de uma plataforma para criar comunidades e redes sociais para marcas.

Atualmente, a Ecglobal tem mais de 1 milhão de consumidores ativos em sua plataforma, sendo 600 mil no Brasil. Entre os principais clientes estão Itaú, Nestlé, Natura, BRF, HBO e Via.

A Stefanini é uma compradora de empresas (já são 30 no grupo), e, nos últimos tempos, tem prestado mais atenção no segmento de marketing digital, ou, para usar o chavão na moda hoje, martech.

Em maio do ano passado, a Stefanini uniu essas aquisições debaixo de um guarda chuva chamado "ecossistema Haus".

O nome Haus é uma herança da agência digital W3Haus, uma das pioneiras no mercado de marketing digital brasileiro, adquirido pela Stefanini em julho de 2020.

Além da W3Haus, a Stefanini tem negócios na área digital como a Gauge (produtos/canais digitais e performance), Brooke (produtora de conteúdo digital), Inspiring (CRM, fidelização e engajamento) e NOW3 (educação in company). 

A nova área tem 400 funcionários e fica sob o comando de Guilherme Stefanini, filho de Marco Stefanini, o fundador e atual presidente da Stefanini.

“Na prática, a Ecglobal se conectará com a área de design de produtos, estratégia e insights da Gauge, criação de tendências e conversas para lançamento de campanhas da W3haus, desenvolvimento de e-commerce dentro das comunidades, ação com influenciadores, gamificação e adoção de programas de fidelidade, em parceria com a Inspiring, entre outras iniciativas conjuntas”, afirma Guilherme Stefanini.

Mais compras devem vir por aí. Segundo Bruno Caloi, diretor de M&A do Grupo Stefanini, a empresa está com 20 potenciais alvos para aquisições “em análise”.

O Grupo Stefanini fechou o ano passado com um faturamento de R$ 5 bilhões, o que representa uma alta de 25% frente aos resultados de 2021.

No Brasil, o crescimento em 2021 foi um pouco abaixo da média global, na casa dos 20%, o que ainda assim representa o melhor resultado da Stefanini nos últimos dez anos no país.

Veja também

MÍDIA
RBS tem nova estrutura

Novos investidores incluem Nelson Sirotsky e empresário misterioso de tecnologia.

CONTRATAÇÃO
Zendesk tem novo VP para América Latina

Carlos Kamimura tem passagens por Monday.com, Salesforce e MRO Software.

VOOS
Kazmierczak vai para a Birdie

Fundador da Accera e ex-CTO da Neogrid assume diretoria em startup em Palo Alto.

M&A
Brivia compra Heads

Agência digital gaúcha solidifica uma oferta completa para comunicação.

RUMOS
Ritter não é mais CEO da W3Haus

Agência digital se integra no mundo Stefanini. Ritter segue como conselheiro.

ESTRATÉGIA
Toda grande empresa quer a sua Tech

 Mas será que sabem mesmo o que desejam?