Richard Longdon, CEO da Aveva. Foto: Divulgação.

O grupo francês Schneider Electric, fabricante de sistemas de gestão de energia, assinou acordo para adquirir o controle da Aveva, fabricante britânica de software de engenharia para os setores de transporte, farmacêutico, petróleo e gás e energia nuclear, entre outros. 

A compra será feita por meio de uma operação chamada de "reverse takeover" — algo como aquisição às avessas, em que a empresa controladora é incorporada por sua controlada, segundo o TI Inside.

Pelo acordo, a Aveva ficará com a divisão de software da Schneider e receberá mais US$ 857,7 milhões em dinheiro. Já a Schneider Electric receberá 74 milhões de ações, correspondentes a 53,5% de participação na Aveva, que tem valor de mercado de aproximadamente € 1,3 bilhão. 

Com isso, a Schneider terá participação majoritária na companhia britânica. A unidade de software da Schneider inclui ativos de software do grupo de engenharia britânico Invensys, adquirido em 2013 por € 3,4 bilhões.

"A transação será transformacional para Aveva, criando uma líder global em software industrial, que será capaz de competir melhor em escala global", disse Richard Longdon, CEO da Aveva, em comunicado.

Já o presidente e executivo-chefe da Schneider Electric, Jean-Pascal Tricoire, disse que além do aumento de escala, "os portfólios complementares e a capacidade de pesquisa e desenvolvimento conjunta vão gerar sinergias que beneficiarão clientes e acionistas".