Um estudo realizado pela Navita avaliou o envio de SMS em 34 grandes empresas brasileiras. Foto: Pixabay.

Um estudo realizado pela Navita, focada em mobilidade de gestão em telecom, aponta que 34 grandes empresas brasileiras gastaram juntas no período de seis meses mais de R$ 1 milhão com envio de SMS.  

Essas empresas enviaram 3.439.447 mensagens de texto no período avaliado pelo estudo - realizado de novembro de 2015 a maio de 2016. 

No total, foram avaliadas 37 mil linhas telefônicas, que, em média, enviaram 91 mensagens cada. O custo com envio de mensagens representa 2% do custo total de telecom pelas empresas, que foi de R$ 49 milhões no período. 

Do total de mensagens enviadas, 44% estavam dentro do pacote contratado pela empresa; 41% acima do contratado e 14% em serviços de interatividade, que representa 442.969 mensagens SMS ou torpedo usando o telefone corporativo para promoções, horóscopo, games, chat, foto torpedo, reality shows, entre outros.

“O custo para as empresas do uso inadequado do celular corporativo é muito alto e pode representar até 50% do valor da conta. Porém, o impacto do uso de serviços de interatividade na linha corporativa vai além da geração de custos para empresas; pode implicar também na perda de produtividade”, alerta Fábio Nunes, diretor de Produtos e Inovação da Navita.

A pesquisa mostra que 27% das mensagens de interatividade foram enviadas aos finais de semana e 63% durante a semana, impactando na perda de 760 horas por mês com este tipo de atividade.

Outro dado levantado pelo estudo refere-se ao perfil dos usuários: assistentes e analistas somam 41% dos profissionais que mais enviam mensagens de interatividade, seguidos de coordenadores e gerentes, com 38%.

A Navita começou a atuar em 2005 como um serviço de administração de contas de telefone e da manutenção de smartphones de clientes corporativos, principalmente BlackBerrys. Com o tempo, a empresa aumentou a atuação para toda a área de telefonia e outras fabricantes de celulares.

Em 2013, a companhia adquiriu a área de negócios de controle de custos e serviços de telefonia fixa da paulista Informatec (que segue atuando com tarifadores PABX para hotéis), aumentando de 100 para 150 sua carteira de clientes e de 150 mil para 600 mil o número de dispositivos sob sua gestão.

No ano passado, a empresa lançou uma nova oferta para atender, de forma integrada, demandas de TI e telecom de seus clientes. Focado especialmente em PMEs, o Connect é fruto de um investimento de R$ 10 milhões da empresa.