Iesa receberá investimento de R$ 70 milhões do Banrisul. Foto: divulgação.

O Banrisul assina nesta terça-feira, 21, no Palácio Piratini, um contrato de financiamento para liberação de capital de giro à empresa Iesa Óleo e Gás, no valor de R$ 70 milhões. Os recursos serão para o investimento na nova unidade industrial, localizada no município de Charqueadas, às margens do Rio Jacuí.

O projeto de investimentos da Iesa, no RS, proporcionará a criação de mais de 1,2 mil empregos diretos, com capacidade de produção de até 20 módulos/ano.

O contrato da empresa IESA para fornecimento para a Petrobras soma mais de  US$ 720 milhões  e preveem a construção de 24 módulos para seis plataformas de exploração de petróleo no  Pré-Sal da Bacia de Santos, nos campos de Lula e Sapinhoá.

O Polo Naval do Rio Jacuí prevê investimentos para o Estado no segmento offshore, visando atender demandas da indústria de óleo e gás.

O EXEMPLO DA METADE SUL

O investimento na indústria naval em Charqueadas pode fazer pela cidade, a cerca de 60 quiômetros de Porto Alegre, o que ocorreu em Rio Grande após os investimentos na indústria naval da região.

Com os investimentos e incremento da produtividade em Rio Grande e região, a metade sul do estado se abriu para novas tecnologias, formando um novo mercado para empresas de TI venderem suas soluções.

Uma das últimas ações na área foi a candidatura a um edital de R$ 12,8 milhões pelo programa de Apoio aos Parques Tecnológicos, da Secretaria de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico.

PROGRAMA PROGREDIR

Desde o início de agosto, o Banrisul é um dos nove bancos que participa como agente financeiro do Programa Progredir.

Por meio do Programa, o banco disponibiliza crédito em condições competitivas para os fornecedores diretos e indiretos da Petrobras, lastreado nos serviços a serem prestados ou em equipamentos entregues à estatal, contribuindo para a sustentabilidade da cadeia produtiva.

O presidente Túlio Zamin destacou a importância do Banrisul financiar empresas que contribuam com o desenvolvimento econômico do Estado.

"Estamos entusiasmados por esta possibilidade de aderir ao portal da Petrobras, porque nos abre uma perspectiva importante de participar do financiamento de investimentos em empreendimentos que estão cada vez mais se especializando na produção e na geração de empregos, que é o Polo Naval", destacou Zanin.