A Gazin, rede varejista com presença em 14 estados, adotou o sistema de gestão FoccoERP. Foto: Divulgação.

A Gazin, rede varejista com presença em 14 estados, adotou o sistema de gestão FoccoERP. A empresa busca melhorar os processos e alcançar a padronização entre as unidades.

“As áreas de Pesquisa e Desenvolvimento, Manufatura e Suprimentos terão grandes benefícios com a implantação do sistema de gestão FoccoERP. Porém, acreditamos que todas as áreas da indústria Gazin terão muitos ganhos a partir da implantação”, afirma Kárita Morais, gerente de projetos e processos da Gazin.

Ela explica que, no passado, a empresa já realizou uma tentativa de adoção de ERP com uma solução nacional, mas não obteve sucesso.  

Ao escolher o sistema de gestão FoccoERP, a Gazin contava com três grandes necessidades: fornecer informações para tornar os processos e pessoas mais produtivas; obter informações integradas, rápidas e confiáveis; e aproveitar a expertise de uma solução especialista no segmento.

“É um projeto que desde o início foi muito bem detalhado, desenhado e construído em parceria, considerando todos os detalhes de integrações com os sistemas existentes nas diversas unidades de negócios Gazin”, explica Robson Rizzotto, gestor comercial da Focco.

Para o gestor, o fato da Focco ser especialista na indústria moveleira foi fundamental para a Gazin. 

“O FoccoERP oferece melhorias reais nos processos, o que torna a fábrica mais produtiva e eficiente. Porém, nossa maior preocupação sempre foi em não interferir no processo de integração entre Fábrica e Varejo, que já está funcionando muito bem. Neste ponto é que entra um dos maiores diferenciais da Focco, a flexibilidade em integrar com outras ferramentas”, ressalta.

O projeto irá envolver mais de 30 profissionais da Focco, entre consultores de implementação, desenvolvedores e gerente de projeto. Com isso, o sistema de gestão FoccoERP irá entrar em produção simultânea nas seis unidades fabris do Grupo Gazin, com data prevista para janeiro de 2018.

Após a implantação, cerca de 300 pessoas irão utilizar o sistema diariamente na Gazin. 

A Gazin tem 51 anos de atuação no mercado de colchões e estofados. Com sede em Douradina, no Paraná, a rede conta com 243 lojas de varejo, cinco indústrias de colchões e estofados e uma indústria de molas. A empresa fatura em média R$ 278 milhões mensais.

O grupo possui ainda um atacado para atendimento a lojistas na venda de eletrodomésticos, contando com 13 centros de distribuição espalhados por todo Brasil. A companhia possui mais de 7 mil funcionários.