Terminal portuário fica em Navegantes, Santa Catarina. Foto: divulgação.

A Portonave, terminal portuário localizado em Navegantes, Santa Catarina, adotou o Suite da SoftExpert, fornecedora catarinense de softwares e serviços para automação de processos empresariais, conformidade regulatória e governança corporativa.

De acordo com a empresa, ela estava precisando de uma solução que entregasse mais agilidade e confiabilidade na recuperação de informações durante a execução e o monitoramento dos processos, além de apoiar o atendimento de requisitos legais e regulamentares do negócio.

“Existe uma série de órgãos municipais, estaduais e federais que regulam a nossa atividade e sentíamos a necessidade de ter uma ferramenta de gestão 100% confiável”, conta Carlos Leandro Assini, analista de sistema de gestão integrado da Portonave.

O SoftExpert Suite passou, então, a ser utilizado em todas as áreas da empresa, integrando processos e centralizando informações em um só lugar. Assim, a Portonave conseguiu reduzir o tempo de execução das tarefas, além de diminuir falhas e retrabalhos.

Com a otimização de recursos de mão de obra aplicada às atividades de gestão, foram incorporados novos processos como responsabilidade da equipe, gestão de ideias e desenvolvimento de BPMNs (automatização de processos).

Além disso, a solução deve ser uma forte aliada na manutenção das certificações ISO 9001, ISO 14001, ISO 45001, Operador Econômico Autorizado (OEA) e International Ship and Port Facility Security Code (ISPS Code).

“O que implantamos até o momento e o que enxergamos de possibilidades com a solução nos dão a certeza que o sistema contribuirá em muito para o sucesso da empresa em nível nacional, internacional e dentro do grupo do qual fazemos parte”, afirma Assini.

Para o futuro, a empresa pretende implementar os componentes Auditoria e Risco, já adquiridos no pacote inicial.

Há 13 anos no mercado, o terminal portuário tem uma infraestrutura de 400 mil m² de área e já recebeu sete mil navios, movimentando cerca de oito milhões de contêineres.

Só em 2019, a Portonave movimentou 752.266 TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés), gerando receita operacional bruta de R$ 550,3 milhões.

Fundada em 1995, a SoftExpert conta atualmente com mais de dois mil clientes e 300 mil usuários em mais de 30 países.