Angélica Vitali, vice-presidente de Delivery da T-Systems. Foto: Divulgação.

A T-Systems Brasil, provedora alemã de soluções e serviços de TI, acaba de anunciar mudanças no seu quadro executivo. Angélica Vitali assumiu o cargo de vice-presidente de Delivery da subsidiária brasileira, substituindo Adriano Contrera, que deixou a companhia. 

Angélica ingressou na Gedas em 2003, para atuar na expansão da empresa para o mercado externo. Em 2007, após a integração da Gedas à T-Systems, Angélica foi responsável pela área ADSF (Application Development and Software Factory).

Ela também foi responsável pelo desenvolvimento do Centro de Produção (PoP), em Blumenau, assumindo em 2009 a posição de Head of SI Business Operations. Em 2012, criou a área de Service da T-Systems do Brasil, atuando no gerenciamento dos serviços e contratos com os clientes locais da empresa.

Ela será substituída interinamente por Nelson Paiva, que vai atuar na gestão dos contratos de serviço dos clientes locais em relação a qualidade, satisfação do cliente e resultados financeiros.

Paiva é formado em tecnologia de processamento de dados com especialização em análise de sistemas. Ingressou na Gedas em 2005 como service delivery manager. Em 2006, assumiu a função de senior account manager. Desde 2012, atuava como senior service delivery manager.

A T-Systems é uma empresa do grupo Deutsche Telekom que conta com cerca de 47,8 mil funcionários globalmente e faturamento de € 8,6 bilhões no ano fiscal de 2014.

Presente no Brasil desde 2001, com 13 escritórios, quatro data centers e mais de 2 mil colaboradores, a T-Systems tem forte presença em indústrias como automotiva, manufatura, bancos, seguradoras, serviços, utilities, varejo e telecomunicações.