DADOS

Prefeitura de SP fecha parceria com Waze

21/09/2017 10:39

A cidade agora integra o Programa Connected Citizens.

A Prefeitura de São Paulo firmou uma parceria de compartilhamento de dados com o Waze. Foto: Pixabay.

Tamanho da fonte: -A+A

A Prefeitura de São Paulo firmou uma parceria de compartilhamento de dados com o Waze como parte do Programa Connected Citizens.

No Brasil, o Centro de Operações do Rio de Janeiro, a cidade de Petrópolis, o Departamento de Transporte e Trânsito de Juiz de Fora e a cidade de Vitória já fazem parte do programa gratuito de compartilhamento de dados do aplicativo.

Com o anúncio da parceria, São Paulo e o Waze lançaram uma iniciativa para ajudar a cidade a localizar semáforos quebrados reportados pelos usuários do Waze. 

A prefeitura e o aplicativo incentivarão os usuários s a enviar um relatório de perigo indicando onde a sinalização está localizada. Os órgãos municipais irão rever os relatórios e enviar equipe para consertá-los. 

Para reportar um semáforo quebrado, o usuário pode abrir o menu de alertas, entrar em "Perigo" e selecionar "Semáforo quebrado".

João Octaviano Machado Neto, presidente da Companhia de Engenharia de Trafego (CET), destaca que a parceria aumentará o “campo de visão” e permitirá maior agilidade no acionamento das equipes de manutenção. 

“A cidade de São Paulo tem hoje 6.399 cruzamentos semafóricos. Desse total, a CET tem o monitoramento eletrônico de 1.500 aparelhos. Para os demais casos, a CET depende de chamadas operacionais de agentes de trânsito ou do aviso do cidadão pelo telefone 1188 ou pelo site da CET. Com a parceria, a CET amplia seu poder de monitoramento na cidade”, explica.

Com o Connected Citizens, o Waze fornece informações em tempo real aos municípios sobre incidentes e lentidão a partir dos dados dos próprios motoristas. 

São Paulo é a cidade com maior número de usuário ativos do Waze no mundo - são mais de 3,5 milhões de usuários, que dirigem juntos mais de 500 milhões de quilômetros por mês. 

Em troca, os parceiros fornecem dados em tempo real sobre obras reportadas por órgãos públicos, acidentes e fechamentos de vias.

"O trânsito é uma questão global, e cada cidade tem seus problemas relacionados a infraestrutura. Nosso papel, como um aplicativo de navegação, é ajudar nossos usuários a gastar menos tempo no trânsito e compartilhar nossas idéias com cidades e parceiros para ajudá-los a melhorar a mobilidade urbana", afirma Andre Loureiro, country manager do Waze no Brasil e diretor geral para América Latina.

Veja também

MOBILIDADE
Recife planeja edital para wi-fi em ônibus

O plano é atender às 395 linhas, com uma frota total de 3 mil ônibus.

RIO DE JANEIRO
Waze instala beacons em túneis

Uma das parceiras do projeto é a CET-Rio, em colaboração com o Centro de Operações do Rio.

RODOVIAS
Grupo CCR conecta motoristas com Waze

O Projeto Rodovias Conectadas está em fase piloto desde dezembro.

APP
Waze terá serviço de caronas no Brasil

A ferramenta já está disponível em Israel e nos Estados Unidos.