Santiago Fossatti, sócio da Kaszek. Foto: divulgação.

A Ideal, corretora de valores fundada em 2019, recebeu um aporte de R$ 100 milhões em rodada série A liderada pela Kaszek Ventures, gestora de venture capital sediada em Buenos Aires.

O investimento, por uma participação minoritária na corretora, aguarda aprovação pelo Banco Central. 

A Ideal nasceu com uma proposta voltada a clientes institucionais, oferecendo serviços de intermediação de valores mobiliários e soluções de market data com um processo totalmente digital, sem intervenção humana.

Segundo o site Valor Investe, a empresa viveu até aqui com capital dos 16 sócios, a maioria deles ex-executivos da Link. 

A companhia afirma ter uma operação lucrativa desde a sua criação e já ser a terceira maior corretora do Brasil por volume operado.

Com a injeção de capital, a Ideal planeja ampliar e diversificar a base de clientes, além de expandir sua atuação a outros segmentos e produtos. 

"Estamos captando para acelerar nosso processo de crescimento e começar a atuar em outras linhas de negócio, em setores nos quais vemos oportunidades de ganhos de eficiência e escala através de nossa tecnologia", afirma Lucas Cury, COO da Ideal. 

A próxima aposta da corretora é a entrada no mercado de varejo e, para continuar o desenvolvimento deste projeto, acredita que a Kaszek Ventures seja a parceiro ideal. 

"Buscamos mais do que um investidor, queremos construir algo juntos. A opção pela Kaszek foi natural: temos o mesmo DNA tecnológico, visão de longo prazo e um alinhamento de culturas", ressalta Nilson Monteiro, CEO da Ideal. 

Para a Kaszek, os resultados apresentados pela Ideal em um curto período evidenciaram que a corretora transformou o modo como o investidor institucional opera.

“Admiramos a trajetória já trilhada e sabemos que há ainda muito o que conquistar. Mais do que em empresas, a Kaszek investe em times vencedores. Estamos felizes em seguir com a Ideal nessa jornada", destaca Santiago Fossatti, sócio da Kaszek.

Em agosto do ano passado, a Kaszek Ventures arrecadou US$ 600 milhões para dois novos fundos focados na América Latina. Com a nova captação, o capital total sob administração da organização chegou a aproximadamente US$ 1 bilhão.

Hoje, o ecossistema de startups na América Latina conta com diversas empresas investidas pela Kaszek, como Nubank, Grupo Zap, Creditas, Gympass, Loggi, QuintoAndar, Contabilizei, Digital House, Notco, GuiaBolso, Technysis e Konfio.