Eva Chen. Foto: divulgação.

A Trend Micro, multinacional japonesa de softwares de segurança – assinou acordo definitivo para a aquisição da HP TippingPoint, divisão da multinacional voltada a sistemas de de prevenção à intrusões e proteção de rede.

Segundo comunicado pelas duas empresas em nota, o acordo é avaliado em aproximadamente US$ 300 milhões, e envolve a compra das tecnologias de segurança da HP, propriedade intelectual, assim como a base de clientes da TippingPoint.

O acordo deve ser finalizado até o final do quarto trimestre de 2015, sujeito às condições habituais de fechamento e requisitos de revisão regulatória.

Para a Trend Micro, a compra sedimentará a marca como provedora “expert” de soluções de defesa para endpoints, redes, data centers e cloud.

Com a nova adição ao portfólio, a Trend Micro também irá combinar as capacidades atuais e as adquiridas para a criação de uma unidade de negócios de Defesa de Rede, atendendo a mais de 3,5 mil clientes corporativos.

Para Eva Chen, CEO da Trend Micro, a empresa está animada com os ganhos que a aquisição pode trazer e o valor que será agregado às ofertas da empresa, que em 2014 teve um faturamento de US$ 950 milhões.

"Como um complemento ideal para nossa proteção líder de mercado para data center e endpoints, esta nova solução de defesa de rede combina nosso sistema de detecção de brechas de rede best-in-class com as capacidades comprovadas de prevenção e resposta contra intrusão da TippingPoint, afirmou a CEO.

Continuando a parceria que as duas empresas já tinham desde 2014, a HP e Trend micro formarão uma parceria estratégica com a parte da área de revenda, serviços gerenciados e atividades OEM da TippingPoint assim como serviços de inteligência, aplicativos e dados da segurança.

Para a HP, passar adiante a linha TippingPoint entra em linha com a política de enxugamento estrutural que a companhia vem realizando nos últimos anos e que culminou em 2015 com a separação de suas divisões de corporativo (Hewlett-Packard Enterprise) e PCs e impressoras (HP Inc.).

A empresa já buscava um comprador para a divisão há cerca de um mês, segundo fontes de mercado. Segundo analistas, a companhia veio originalmente como um "bônus" quando a HP comprou a fabricante de equipamentos de rede 3Com em 2005 por US$ $2,7 bilhões. Na época, a TippingPoint tinha um valor de mercado estimado em US$ 440 milhões.

Além disso, debaixo do guarda-chuva da HP, a empresa não causou grandes impressões, ficando bem atrás de concorrentes maiores no segmento, como Check Point, Cisco e Palo Alto.

"A TippingPoint foi um importante componente de nossa oferta de segurança, mas decidimos fazer parcerias em segurança de rede em vez de ser donos de uma empresa, para poder investir em outras áreas de nosso portfólio de segurança", destacou a HP em nota.