Jennifer Morgan, nova co-CEO da SAP. Foto: Divulgação.

A SAP firmou um acordo de três anos com a Microsoft para desenvolver o projeto Embrace, uma parceria de go-to-market (da conceitualização às vendas) com foco na adoção de SAP S/4HANA e SAP Cloud Platform na Azure, plataforma de nuvem da Microsoft. 

O acordo torna a Azure a nuvem preferencial para clientes interessados em migrar o ERP da multinacional alemã da versão on-premise para nuvem.

A parceria entre SAP e Microsoft, além da rede global de integradores de sistemas, vai oferecer pacotes holísticos que fornecem aos clientes arquiteturas unificadas de referência, planos de ação e jornadas focadas na transição para a nuvem. 

Como parte da oferta, a Microsoft irá revender componentes da SAP Cloud Platform (plataforma de nuvem da SAP) junto com o Azure. O objetivo é que os clientes  tenham mais facilidade na migração de softwares on-premises para a nuvem pública.

"Essa parceria se resume em reduzir complexidades e minimizar custos para os clientes, conforme eles adotam o SAP S/4HANA na nuvem. Juntar o poder da SAP e da Microsoft proporciona aos clientes a certeza de trabalhar com duas líderes do setor, de forma que podem fazer a transição com confiança e eficiência para empresas inteligentes", declara Jennifer Morgan, nova co-CEO da SAP.

Ela assumiu o cargo após o anúncio da saída de Bill McDermott, que deixou a liderança da companhia após de nove anos. 

"A decisão da SAP de escolher o Microsoft Azure como parceiro de preferência aprofunda o relacionamento entre as duas empresas de uma maneira diferenciada e sinaliza um compromisso compartilhado de promover o crescimento do ecossistema de nuvem”, destaca disse Judson Althoff, vice-presidente executivo da Microsoft para negócios comerciais mundiais.

O projeto Embrace irá fornecer aos clientes uma transição simplificada de edições on-premise do SAP ERP para o SAP S/4HANA, com produtos integrados e soluções do setor. 

Além disso, a oferta conta com um modelo de suporte colaborativo para resolução simplificada combinado para Azure e SAP Cloud Platform.

O acordo aprofunda um relacionamento já existente entre SAP e a divisão de nuvem da Microsoft. No entanto, a multinacional alemã também trabalha com Google e Amazon Web Services para hospedagem de seus sistemas em nuvem, de acordo com a escolha do cliente.