Ana Zamper. Foto: divulgação.

A IBM Global Financing, braço de leasing e financiamentos da companhia, vai destinar US$ 4 bilhões em financiamentos de TI a clientes do mundo todo, segundo anúncio feito nesta quarta-feira, 21.

Conforme Antônio Rascão, presidente do Banco IBM no Brasil, a instituição irá oferecer pacotes de leasing e empréstimo, começando com taxas próximas a 0%, parcelados em até 12 meses.

O valor mínimo de transação é de R$ 11,5 mil.

O novo lote de financiamento estará disponível por meio de revendedores e distribuidores da IBM no Brasil e em mais de 50 países, focando apoio para aquisição de tecnologias de cloud computing, Business Analytics e PureSystems, tanto da IBM quanto de outros fabricantes.

“Tecnologias avançadas como cloud e BA são cada vez mais disseminadas. Seja num hospital, para examinar enormes volumes de dados e identificar o tratamento mais eficaz para um paciente, seja numa loja de varejo, para direcionar vendas aos clientes por meio da análise do padrão de compra”, analisa Rascão.

Uma pesquisa da Universidade de Oxford em parceira com a IBM, junto a 1.144 empresas mostrou que 63% dos entrevistados afirmam obter vantagem competitiva com o uso de BA em suas organizações.

Isto, conforme o estudo, significa um aumento de 70% em relação aos que citaram a análise de dados em uma pesquisa semelhante realizada em 2010.

Além disso, só a cloud computing deverá levar US$ 100 milhões em gastos com serviços públicos de TI em 2016, segundo o IDC.

Um mercado que a IBM entra com força para bancar.

Em 2011, a IBM Global Financing disponibilizou US$ 1 bilhão para pequenas e médias empresas.

O valor foi utilizado por 6,8 mil companhias de todo o mundo em 12 meses, sendo uma delas a brasileira Ação Informática.

O Banco IBM é o braço de entrega dos leasings e financiamentos, e já existe no Brasil há 20 anos. Em setembro deste ano, a instituição ganhou representantes em Porto Alegre, Curitiba, Campinas, Salvador e Rio de Janeiro.

“Estamos atuando em cidades estratégicas, fortalecendo a presença por meio de canais para nos aproximarmos do segmento de pequenas e médias, que já representa 22% das vendas do IBM Global Financing (IGF) no Brasil”, ressaltou Ana Zamper, diretora de IGF da IBM Brasil.

Fomentos a um negócio que já vai muito bem: no primeiro semestre de 2012, o Banco IBM teve lucro líquido de R$ 24,1 milhões, alta de 153% ano/ano, e receita de R$ 528,8 milhões, aumento anual de 5%.