Consórcio da Microsoft usará machine learning na busca da eliminação da cegueira evitável. Foto: Pexels.

A Microsoft Índia, lançou hoje a Microsoft Intelligent Network for Eyecare (MINE), um consórcio global de instituições comerciais, de pesquisa e acadêmicas focado em aplicar a inteligência artificial no esforço de eliminação da cegueira evitável e da prestação de serviços, em escala, de cuidados com a visão em todo o mundo. 

Entre as organizações parceiras do consórcio estão Universidade Federal de São Paulo, Bascom Palmer (Universidade de Miami), Flaum Eye Institute (Universidade de Rochester, nos EUA) e Brien Holden Vision Institute (Austrália). 

As organizações trabalharão coletivamente em diversos conjuntos de dados de pacientes em todas as áreas geográficas para elaborar modelos de previsão de aprendizagem de máquina (machine learning) para deficiência visual e doenças oculares.

Isso incluirá a taxa de alteração da miopia infantil, as condições que afetam a visão das crianças, os resultados esperados da cirurgia refrativa, parâmetros cirúrgicos ótimos, além de maneiras de personalizar uma cirurgia e maximizar sua probabilidade de sucesso.

Ao estudar esses dados e aplicar análises com a tecnologia de aprendizagem de máquina da Microsoft para obter informações, a MINE buscará estratégias para prevenir a cegueira evitável e ajudar a aumentar a eficiência na prestação de cuidados de saúde. 

Atualmente, 285 milhões de pessoas são deficientes visuais, das quais 55 milhões residem na Índia.  

“Ao usar nossas habilidades e trabalho pioneiro no campo de aprendizagem de máquina desenvolvidos durante anos, a Microsoft ajudou a acelerar a transformação digital em vários setores importantes na Índia, incluindo a agricultura e a educação. Hoje, levamos à frente o trabalho que fizemos em assistência médica com um conjunto de parceiros”, afirma Anil Bhansali, diretor da Microsoft Índia.