A Apple planeja unificar os aplicativos para iOS e Mac no próximo ano. Foto: Pexels.

A Apple planeja unificar os aplicativos para iOS e Mac no próximo ano. A ideia é que os usuários possam usar um único conjunto de aplicativos que funcionem bem tanto em iPhones e iPads quanto em Macs.

No próximo ano, os desenvolvedores de software poderão projetar um único aplicativo que funciona com tela sensível ao toque ou com mouse e trackpad, dependendo do sistema operacional em que está sendo utilizado, de acordo com a Bloomberg.

Hoje, os desenvolvedores precisam projetar dois aplicativos diferentes - um para o iOS, sistema operacional dos dispositivos móveis da Apple, e um para o MacOS, o sistema dos Macs. 

Além do processo atual ser mais trabalhoso, a Apple também recebe hoje reclamações de clientes sobre a escassez de aplicativos do Mac. Enquanto o aplicativo Twitter para iPhone e iPad é atualizado regularmente com os recursos mais recentes da rede social, por exemplo, a versão do Mac não foi atualizada recentemente e é amplamente considerada como inferior. 

Com um único aplicativo para todas as máquinas, os usuários de Mac, iPad e iPhone receberão novos recursos e atualizações ao mesmo tempo.

A Apple está desenvolvendo essa estratégia como parte das próximas principais atualizações de iOS e macOS, dizem fontes da Bloomberg. Chamado de "Marzipan", o projeto é planejado como um esforço de vários anos que começará a ser lançado no próximo ano.

O plano da Apple lembra uma estratégia da Microsoft. Antes de interromper o software Windows para smartphones, a empresa empurrou uma tecnologia chamada Universal Windows Platform, que permitia aos desenvolvedores criar aplicações únicas que funcionariam em todos os seus dispositivos - tablets, telefones e computadores. 

Também nesse movimento, o Google levou a Play Store para alguns laptops executando o sistema operacional Chrome OS, permitindo que usuários de computadores executem aplicativos de smartphones e tablets como, Instagram e Snapchat.