Volmar Machado, diretor executivo de Tecnologia da Informação do Sicredi. Foto: Divulgação.

O Sicredi, instituição financeira cooperativa presente em 21 estados brasileiros, vai iniciar os testes com usuários de sua nova plataforma digital no primeiro trimestre de 2018. A ferramenta foi batizada de Woop Sicredi.

Entre os objetivos do Woop Sicredi está a criação de novas ofertas e experiências digitais, além de recursos bancários tradicionais.

Com a plataforma, a instituição se coloca em um ambiente intermediário entre os bancos tradicionais e as fintechs.

“A ideia é permitir que tudo seja feito através da plataforma, mas oferecendo o contato com as agências físicas caso seja esse o desejo do associado”, destaca Tiago Nicolaidis, líder de transformação digital do Sicredi.

A nova solução financeira também é a aposta do Sicredi para expandir o cooperativismo de crédito para um novo público, com comportamento jovem.

O lançamento oficial da plataforma digital e sua extensão a todos associados estão previstos ainda para o primeiro semestre deste ano.

A Woop Sicredi é a primeira oferta que surge a partir do processo de transformação digital iniciado pelo Sicredi em 2017.

O plano, previsto para durar de 5 a 7 anos, prevê a substituição progressiva dos sistemas que processam os produtos e serviços (core bancário), além da nova plataforma digital.

Para o novo sistema de core-banking, a instituição optou por soluções da Stefanini em substituição ao modelo desenvolvido internamente que está em uso hoje.

“Inicialmente, nenhum sistema atual será desligado, pois a instituição vai empregar o paralelismo de operações. A ideia é reaproveitar investimentos feitos no core atual, que segue evoluindo”, comenta Volmar Machado, diretor executivo de Tecnologia da Informação do Sicredi.

Os projetos do plano de transformação digital são desenvolvidos no escritório do Sicredi no Tecnopuc (Parque Científico e Tecnológico da PUC-RS), inaugurado no ano passado.

A unidade reúne cerca de 180 pessoas. Enquanto 70 delas são colaboradores contratados diretamente pelo Sicredi, os outros profissionais atuam em fornecedoras contratadas para o projeto.

Entre as empresas representadas na sede do Sicredi estão Stefanini, IBM e Salesforce, além de companhias de desenvolvimento de software e outras especialidades.

Os novos sistemas em fase de construção são hospedados na AWS. As ferramentas terão integração com o sistema de gestão da SAP utilizado pelo banco.

O Sicredi tem mais de 3,7 milhões de associados e 117 cooperativas em 21 estados. A instituição conta com 1,5 mil agências.