Paulo Bornhausen, secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina. Foto: divulgação.

Na quinta-feira, 25, e sexta, 26, empreendedores catarinenses se reúnem em Florianópolis para apresentar seus projetos a investidores e participar de oficinas e palestras no Encontro Estadual de Empreendedores do Programa Sinapse da Inovação.

Até o momento, são 125 inscritos, entre contemplados pelo programa Sinapse, que existe desde 2008 e de lá para cá recebeu investimentos públicos de R$ 4 milhões. 

Este aporte possibilitou a criação de 100 empresas que, juntas, já arrecadaram mais de R$5 milhões em impostos,  além de empreendedores interessados e não inscritos no programa.

O encontro estadual é promovido em parceria com a Endeavor Brasil e inclui o Desafio Startups Sinapse, etapa estadual do Desafio Startups nacional na qual os participantes apresentam suas ideias para uma banca de investidores que irão selecionar os projetos mais interessantes para receber capacitação e recursos posteriores.

“É um momento muito importante para os empreendedores que passaram por um intenso programa de estímulo ao empreendedorismo inovador e que buscam novas oportunidades para crescer e expandir seu negócio”, afirma Alexandre Takeshi Ueno, coordenador do programa.

Promovido pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Fapesc, com organização da Fundação Certi, o Sinapse Inovação já ajudou a promover negócios dos mais diversos – de equipamento para aplicação de mega hair a simulador de veículos para games e portal de negócios para a indústria de vestuário.

Na primeira edição do programa, foram 50 contemplados.

“Em 2009, a Fapesc e a SDS identificaram propostas de excelente qualidade e resolveram dobrar o número de contemplados para 100 por operação, aumentando o investimento do governo estadual na Operação SC-2010”, relembra Sergio Gargioni, presidente da Fapesc.

Segundo ele, entre 2008 e 2010 foi constatado que as empresas criadas por meio do programa geraram cerca de 480 empregos.

Hoje, os organizadores do projeto avaliam que, dentre as empresas apoiadas, a maior parte delas (65%) têm faturamento até R$ 300 mil, mas há as que faturam acima de R$ 5 milhões.  

“Com o Sinapse da Inovação, o governo do estado investe em ideias inovadoras que irão ajudar na consolidação da nova economia catarinense e valorizam a vocação do estado para o empreendedorismo", finaliza o titular da SDS, Paulo Bornhausen.

Ainda há tempo para participar do Encontro Estadual do programa. Os interessados têm até as 18h da quarta-feira, 24, para se inscrever pelo site oficial.

Dos inscritos, uma comissão avaliará e definirá quem participa do Desafio Startups. Não há um número pré-definido de competidores na regional.