Blackberry compra WatchDox. Foto: divulgação.

A BlackBerry anunciou nesta quarta-feira, 22, a compra da startup norte-americana WatchDox, mais uma investida para reforçar sua presença no mercado de segurança em dispositivos móveis para clientes corporativos.

Com sede em Palo Alto, na Califórnia, e unidade de desenvolvimento em Israel, a WatchDox produz soluções de sincronização e compartilhamento de documentos, com uma receita anual estimada em US$ 10 milhões, com cerca de 150 clientes da Fortune 1000, em ãreas como saúde, governo, finanças, indústria e mídia.

Apesar dos valores modestos - a Blackberry não divulgou quanto pagou pela companhia - a companhia pretende usar a nova aquisição para tornar ainda mais confiável seu ambiente corporativo para smartphones e tablets, um mercado em que o prestígio da empresa ainda possui um certo respeito.

A solução da WatchDox serã adicionada ao portfólio de serviços do BlackBerry’s Enterprise Mobility Management (EMM), aplicação de gestão de ambientes mobile que a empresa quer emplacar em equipamentos próprios e de terceiros - a Samsung já está utilizando a solução em alguns de seus produtos.

Segundo destacou Jeff Holleran, VP de Estratégia da Blackberry, para a Forbes, a nova aquisição segue o plano da companhia de expandir a gama de ofertas para clientes que querem aumentar mobilidade e produtividade sem abrir mão da segurança.

Em junho do ano passado, a companhia canadense já havia comprado a a Secusmart, empresa alemã especializada em aplicações de criptografia anti-espionagem para dispositivos móveis.

"Nós queremos que os usuários tenham controle total de seus arquivos, inclusive nos momentos em que seus dados estão mais vulneráveis - quando eles deixam os desktops ou dispositivos móveis", explica o executivo.

Saindo de cena como uma fabricante de aparelhos e investindo em software e serviços, a Blackberry deve meter novamente a mão no bolso para expandir seu portfólio de EMM.

Segundo analistas, o próximo passo deve ser a aquisição de uma companhia de autenticação de segurança, uma plataforma complementar às soluções já adquiridas, o que deve colocar a empresa em uma nova posição no jogo de soluções corporativas em um mercado em que a segurança em mobilidade ganha cada vez mais importância.

"Nenhuma outra empresa vem reunindo peças para ganhar a dianteira no mercado de segurança. Com foco em pesquisa e desenvolvimento, assim como boas aquisições, a Blackberry tem boas chances de se tornar a plataforma de segurança para os ambientes mobile de próxima geração", afirmou Maribel Lopes, da Forbes.