A eÓtica, e-commerce de produtos óticos, anunciou uma fusão com a Lema21. Foto: Kzenon/Shutterstock.

A eÓtica, e-commerce de produtos óticos, anunciou uma fusão com a Lema21, fabricante brasileira de óculos. Juntas, as duas empresas venderam 110 mil óculos em 2014. 

Com a fusão, a expectativa das empresas é ter um crescimento de 80% no faturamento, mas os valores registrados no ano passado não foram divulgados. 

Idealizada por Jonathan Assayag e Naomi Arruda, a Lema21 nasceu em 2013 após uma vivência no exterior, quando observaram novas empresas online que cortavam os intermediários para oferecer um produto final de qualidade com preços mais acessíveis.

A marca que surgiu com venda exclusiva através de seu site, mas inaugurou em 2014 seu primeiro ponto físico no Shopping Ibirapuera, em formato de quiosque. Em suas coleções, a Lema21 apresenta opções masculinas e femininas de óculos de grau e sol.

A conta com o "Espelho Virtual" para venda online, que permite que o cliente utilize uma ferramenta que aplica a imagem dos óculos na foto de seu rosto. A empresa também oferece o serviço “Prove em Casa", em que envia um kit de quatro amostras de armações para a casa do consumidor. para que ele possa experimentar e optar por um modelo.

"Para o consumidor, nada vai mudar no curto prazo. O lado operacional da Lema21 deve ficar mais eficiente, pois estamos nos integrando em uma operação maior. No médio e longo prazo, imaginamos oportunidades para ampliar nossa estratégia de lojas físicas, melhorias de custo, e capilaridade no acesso aos nossos produtos e serviços", conta Assayag.

Segundo Bruno Ballardie, CEO da eÓtica, a fusão vai permitir à empresa a incorporar o trabalho que a Lema21 desenvolveu em torno do processo de compra de óculos de grau online, bem como reforçar a posição do grupo como líder do segmento no mundo digital.

Entre os concorrentes da nova operação estão Óculos Shop, Chilli Beans Online, Livo e Óculos World.