Hórus ajuda a controlar remédios.

Joinville vai implementar o Hórus – Sistema Nacional de Assistência Farmacêutica, software de controle de farmácias open source disponível no Portal do Software Público do Ministério do Planejamento.

Na primeira quinzena de junho técnicos do Ministério da Saúde estarão na cidade para realizar a implementação na central e em duas farmácias municipais. Depois, a equipe de TI da prefeitura catarinense fará o mesmo nas 60 restantes até o final do ano.

O Hórus funciona hospedado nos servidores da Datasus, estatal federal de processamento de dados ligada do Ministério da Saúde. O investimento da cidade será em links de comunicação e PCs.

Com o novo sistema, o gestor vai poder controlar eletronicamente o estoque, a quantidade de medicamento consumido em cada farmácia e monitorar o caminho percorrido pelo medicamento até chegar ao paciente. 

“Teremos acesso às informações em tempo real. Poderemos qualificar a gestão e aplicar o dinheiro público de forma mais adequada”, comenta Rodrigo Machado Prado, coordenador de Tecnologia de Informação da Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo Prado, a gestão da central era feito até agora por meio de um ERP para prefeituras da Pública, mas as unidades faziam a gestão em planilhas e não trocavam dados. 

No ano passado, a Secretaria de Saúde investiu R$ 9 milhões e 139 mil na aquisição de medicamentos do elenco básico (225 itens) e R$ 2 milhões e 965 mil na aquisição de medicamentos judicial (comprados por decisão da Justiça).