Baguete
InícioNotícias> IdeiasNet injeta R$ 50 milhões na Officer

Tamanho da fonte:-A+A

PARA EXPANDIR

IdeiasNet injeta R$ 50 milhões na Officer

Leandro Souza
// sexta, 22/05/2015 13:12

A Officer, distribuidora brasileira de produtos de TI, anunciou o recebimento de um aporte de R$ 50 milhões, provenientes da sua controladora, a IdeiasNet.

Luiz Comazzetto. Foto: divulgação.

O investimento, que deve ser depositado em junho, tem o objetivo de dar continuidade ao plano de crescimento da companhia, com abertura de filiais no Rio de Janeiro, e as regiões Norte e Nordeste do país.

Além disso, segundo Sami Haddad, presidente e diretor de relações com investidores da Ideiasnet, o aporte também servirá para aumentar a oferta de serviços em nuvem, uma estratégia iniciada pela distribuidora no ano passado.

“Esse aporte chega para acelerar nosso objetivo de ampliar a liderança da Officer no mercado brasileiro de distribuição de TI”, afirma Haddad.

A injeção de fundos vem no encalço de uma troca de comando na Officer. Nesta semana, a companhia anunciou a entrada de Luiz Comazzetto, ex-vice presidente comercial da companhia, como o novo CEO, entrando no lugar de Ronaldo Miranda, que saiu para se dedicar a um projeto pessoal.

Segundo Comazzetto, um dos primeiros planos será o reforço da área "Officer Cloud Services", ferramenta na nuvem que serve de apoio às revendas para gestão de contratos e renovações.

Além disso, está no planejamento da companhia a abertura de um serviço de e-commerce, passando a vender soluções cloud diretamente aos clientes. Para Comazzetto, estas ações tem o objetivo de manter o ritmo de crescimento da empresa.

A expectativa da distribuidora é de que até o final de 2015 a plataforma em nuvem represente cerca de 50% das vendas da companhia. Atualmente ela ocupa cerca de 10%.

No primeiro trimestre deste ano, a companhia apresentou o melhor resultado por trimestre de sua história com um faturamento de R$ 304,5 milhões.

“Sinto-me honrado em assumir a liderança do time Officer neste momento de aceleração do crescimento e de desenvolvimento de projetos inovadores para apoiar o mercado de tecnologia”, comenta Comazzetto.

Entretanto, o Officer tem o árduo trabalho de se manter em um mercado em retração. Segundo dados da Associação Brasileira dos Distribuidores de Tecnologia da Informação (Abradisti), o setor de distribuição passa por um momento de retração. 2014 teve um faturamento estimado em R$ 12,6 bilhões, queda de 5% em relação ao valor de R$ 13,3 bilhões registrado no ano passado.

O setor enfrenta uma queda gradativa nas vendas de hardware. De acordo com a associação, a comercialização de equipamentos responderá por 71% das receitas dos distribuidores esse ano. Em 2013, o percentual ficou em 74%, e em 2012, em 81%.

A própria Officer sentiu o baque de um mercado complicado, com diversas saídas de executivos. Em outubro de 2013, a empresa lidou com a saída do fundador Fabio Gaia. Depois disso, outros profissionais de longa data também deixaram a companhia, como Daniela de Paoli, Betina Testoni e o também fundador Mariano Gordinho.

Leandro Souza