EDUCAÇÃO

Kroton: aulas remotas com Mediastream

22/07/2021 15:32

Solução é simplesmente a plataforma de streaming por trás da Netflix.

A instituição atua com marcas como Anhanguera e Unopar. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Kroton Educacional, vertical B2C de ensino superior da Cogna Educação, adotou a solução da Mediastream, americana que oferece uma plataforma end-to-end para streaming, para manter as aulas de maneira remota durante a pandemia.

Ao longo dos anos, a rede educacional conta que adquiriu vários sistemas para o ensino a distância, apoiando-se na conectividade via satélite para a transmissão das aulas remotas ao vivo e para a entrega do sinal em todas as regiões do país.

Assim, todas as unidades adquiridas ou construídas pela instituição recebiam há quase 10 anos videoaulas operadas através de duas estações locais, uma em Londrina, Paraná, e outra em Valinhos, São Paulo.

Com o crescimento da rede a partir das novas aquisições, aumento do número de alunos e da quantidade de horas gravadas em vídeo, houve a necessidade de se investir em novas tecnologias baseadas em rede de distribuição de conteúdo (CDN, na sigla em inglês).

Diante da paralisação das aulas presenciais, em 2020, a companhia decidiu utilizar o streaming via internet para 18 de seus canais de ensino que operam via satélite e, em 2021, adicionou mais um canal ao sistema.

“Com a contratação da Mediastream, conseguimos consolidar o ambiente de EaD a partir de uma solução ponta-a-ponta, com um bom serviço e relatórios analíticos, não existentes no ambiente anterior”, conta Roberto Stecca, gerente sênior de infraestrutura, telecom e operações da Kroton Educacional.

Segundo o executivo, também pesou na escolha da fornecedora o plano de migração apresentado, que foi realizado na metade do tempo previsto pelas demais concorrentes no processo de contratação.

A solução turnkey garante um conjunto de soluções para transmissão on-line, incluindo plataforma de gestão de conteúdo, CDN, análise de conteúdo e métricas.

Assim, a rede de ensino conseguiu suportar o aumento de acessos às aulas remotas, oferecendo alta disponibilidade e capacidade de atender as necessidades dos alunos.

Como benefícios, a empresa também destaca um frontend mais amigável, maior capacidade de armazenamento e de tráfego de dados, além de maior qualidade audiovisual para as aulas oferecidas.

Fundada em 1966, a Kroton está presente em 1.221 municípios e conta com 130 unidades próprias sob as marcas Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar — que somam cerca de 1 milhão de estudantes do ensino superior em todo o país.

Já a Mediastream foi fundada em 2007 e tem escritórios no Brasil, Chile, Colômbia, Peru, Argentina e Estados Unidos. Entre os seus clientes, estão nomes como Netflix, Invisalign, Cogna, Burger King, SBT, Fox Sports e Instituto Brasileiro de Governança Corporativa.

Veja também

EDTECH
Ânima Educação compra Gama Academy

Acordo de aquisição começa com um investimento de R$ 33,8 milhões.

INVESTIMENTO
Paytrack recebe aporte de R$ 8,5 milhões

Rodada da plataforma catarinense foi liderada pelo fundo americano Parceiro Ventures.

CHATBOT
Alicerce Educação atende alunos com Botmaker

Com aulas online e presencial, a edtech usa o bot para atender mais 64 mil mensagens por mês.

ADEUS
TI da Ufrgs: 25% estão fora do país

Levantamento feito pela universidade gaúcha dá uma dimensão da fuga de cérebros.

EDUCAÇÃO
Kroton aciona TIM para crescer EaD mobile first

A operadora vai captar novos alunos na sua base e pode ficar com até 30% da startup Ampli.

CONTRATAÇÃO
Neumann, ex-Oracle, está na SysMap

Executiva deve trabalhar junto da Salesforce e também promover novas parcerias.