Daniel Scuzzarello.

A Siemens Digital Industries Software, divisão da Siemens que antes era conhecida como Siemens PLM, acaba de anunciar um novo country manager para a América do Sul.

Assume o posto o italiano Daniel Scuzzarello, ex-diretor de Desenvolvimento de Portfólio da Siemens Digital Industries Software e na empresa desde 2016.

Scuzzarello substitui Paulo Costa que, após 26 anos de carreira na companhia, deixa o cargo para se aposentar.

O novo country manager iniciou sua carreira na Semcon, empresa sueca de serviços de engenharia, como engenheiro de aplicação CAE. Mudou-se para o Brasil com a mesma empresa em 2010. 

Sua história na Siemens começa em 2016, quando atuava como Diretor Regional de Vendas da América do Sul na CD Adapco, empresa de software que realizou fusão com a Siemens no mesmo ano. 

Neste processo, se tornou diretor de vendas da Siemens e, no ano seguinte, diretor de desenvolvimento de portfólio, com a responsabilidade de apoiar o planejamento e execução de estratégias comerciais da companhia.

A Siemens Digital Industries Software é uma divisão da Siemens que oferece produtos voltados para a manufatura digital, incluindo software de design 3D (CAD) e gestão de ciclo de vida do produto (PLM), além de soluções focadas em Internet das Coisas, entre outras.

A empresa é parte de um braço maior de automação e digitalização, a divisão Digital Industries da Siemens, no qual trabalham cerca de 20% dos 385 mil funcionários da gigante industrial alemã.

No ano fiscal de 2019, encerrado em 30 de setembro de 2019, a Siemens gerou a receita de € 86,8 bilhões e lucro líquido de € 5,6 bilhões.

"A transformação digital nas indústrias não é mais uma questão de ‘se’, mas de ‘quando’. À frente da Siemens Digital Industries Software seguirei com o desafio de fortalecer cada vez mais a competitividade da região apoiando como thought leader a jornada dos países sulamericanos rumo a Indústria 4.0”, resume Scuzzarello.