OpenTech rastreia 46 mil veículos. Foto: Anton Violin / shutterstock

A OpenTech, empresa de Joinville especializada em gestão logística e gerenciamento de risco em transportes, faturou R$ 21 milhões no primeiro semestre do ano, uma alta de 15% frente aos resultados de 2013.

Com o resultado, a empresa projeta um faturamento total de R$ 45 milhões para 2014, uma alta de 18% frente ao ano passado. 

A meta é um reajuste para baixo do planejado inicialmente, que ficava em R$ 55 milhões, um crescimento de mais do que o dobro do que deve ser obtido, na faixa dos 44%.

Para 2015, o objetivo é R$ 75 milhões e para 2016, R$ 100 milhões.

As metas de crescimento estão alinhadas a um plano de expansão de canais, cujo objetivo é  mais do que dobrar sua base de canais até o final do ano, atingindo 12 parceiros.

Atualmente, a OpenTech conta com representantes em Santa Catarina, Goiás, Espírito Santos, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. 

“Estamos firmes no propósito de ampliar os negócios via canais de vendas externos. Além da capacitação dos atuais parceiros, estamos em busca de mais reforços em estados onde, com certeza, podemos aumentar nossa presença”, diz a gestora de Canais da OpenTech, Andreia Gutknecht.

Andreia foi contratada em julho, vinda do departamento de recrutamento de canais da consultoria de expansão comercial joinvillense Market Growing.

A OpenTech recebeu em maio do ano passado u m aporte de  R$ 10 milhões do DLM Brasil IT, fundo de private equity gerido pelos ex-Datasul Paulo Caputo e Jorge Steffens.

Neste ano, a empresa investiu mais de R$ 1 milhão na ampliação de seu sistema de segurança e armazenamento de dados no data center da Sercompe, parceiro HP sediado em Joinville.

A OpenTech tem mais de 1,2 mil clientes em todo o país, para os quais rastreia 46 mil veículos. A empresa tem 550 funcionários e investe 15% do faturamento em pesquisa e desenvolvimento de softwares.