Foad Shaikhzadeh. Foto: divulgação.

A Furukawa, multinacional do mercado de infraestrutura para redes, comprou a divisão de soluções de acesso óptico, elétrico e digital para redes de telecom do Grupo AsGa, por um valor não aberto.

Com o acordo, a companhia aumentará a sua linha de produtos e soluções agregando linhas de equipamentos para PON, DWDM, modems ópticos, rádios digitais e sistemas de gerência.

De acordo com a Furukawa, a operação envolverá a absorção de parte da estrutura de produção do Grupo AsGa, em um total de aproximadamente 150 funcionários, envolvendo equipes desenvolvimento, comercial e produção.

Segundo Foad Shaikhzadeh, presidente da Furukawa América Latina e VP Executivo do Grupo Furukawa, a aquisição solidifica e amplia o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Furukawa Electric (inaugurado em 2013) no país, com o acréscimo de novas tecnologias e reforço do corpo técnico.

De acordo com o executivo, o objetivo é atender as operadoras de Telecom, ISPs e integradores de PON-LAN e prover soluções para novas tendências como cidades digitais, cidades inteligentes, segurança e smart grid.

“Esta ação fortalece o posicionamento da Furukawa como fornecedora de infraestrutura de comunicação, tornando-a mais completa para competir no mercado brasileiro e em países da América Latina", afirmou Shaikhzadeh.

De acordo com o presidente, a adição do portfólio da AsGa deverá incrementar o faturamento da Furukawa em cerca de 10% já a partir de 2016. Em 2014, a Furukawa Industrial teve um faturamento de R$ 636 milhões. O grupo Furukawa Eletric, que controla a sucursal brasileira, teve uma receita de US$ 7,2 bilhões no período.

Apesar da compra, o Grupo AsGa manterá suas operações do mercado, focando em outras linhas de produtos para estruturas ópticas. Conforme explica Shaikhzedeh, mesmo com a compra, o grupo AsGa poderá continuar fabricando os equipamentos do portfólio adquirido pela Furukawa, só que com exclusividade para a marca controladora.

"Como se tratam de equipamentos é muito comum o uso de contratos de manufatura e a Furukawa estará contratando estes serviços no mercado, inclusive do próprio grupo AsGa. Por outro lado, a AsGa não estará mais produzindo para terceiros tais equipamentos e produtos transferidos para a Furukawa", explica o presidente.

A compra da linha de produtos do Grupo AsGa é mais um movimento na estratégia de expansão que a Furukawa está realizando nos últimos anos. No final do ano passado, a companhia abriu uma nova fábrica de cabos ópticos em Palmira, Valle del Cauca, na Colômbia.

Um investimento de US$ 5 milhões, a planta integrou um novo centro de distribuição (CD) da marca, que passa a abrigar as operações logísticas que a companhia mantinha no Panamá.

Com fábrica matriz na cidade de Curitiba e unidade fabril em Sorocaba, a Furukawa conta com outras operações na América do Sul, com fábricas de cabos ópticos em Berazategui, na Argentina, e em Cali, na Colômbia.