BH é o novo destino da Lanlink.

Tamanho da fonte: -A+A

A Lanlink, empresa de Fortaleza especializada em soluções de software e infraestrutura de parceiros como Microsoft e IBM, abriu uma filial em Belo Horizonte, com investimento inicial previsto de R$ 800 mil.

Com faturamento na casa dos R$ 100 milhões em 2011, a Lanlink projeta crescimento de 36% em 2012 e pode ampliar o valor do aporte no mercado mineiro, conforme a diretora de Marketing, Vendas e Educação, Cristina Boris.

“O valor poderá ser maior conforme os resultados ao longo do próximo ano”, comenta ela.

De acordo com a executiva, a empresa cearense investe 5% de seu faturamento anual em infraestrutura, capacitação e desenvolvimento organizacional, o que já rendeu à empresa e à equipe de 700 colaboradores cerca de 800 certificados de mercado.

As operações em Minas começam focadas em projetos sobre a plataforma Microsoft de comunicação unificada (Exchange), banco de dados (SQL Server), governança (System Center), nuvem privada e pública, além de IBM, em consolidação de servidores e storages, incluindo virtualização.
 
“No ramo de soluções de TIC, é muito comum o cliente não ficar satisfeito com o que lhe é entregue. Temos a capacidade de entregar o projeto que é contratado, com especialistas na solução ofertada, geridos por gestores de projetos que entregam a solução alinhados com o engenheiro responsável pelo desenho”, destaca Cristina.

A Lanlink atua há 24 anos, com clientes nos setores público e privado, financeiro e utilities, entre outros.

A carteira traz nomes como Banco do Nordeste, Banese, Cemar, Coelba, Grupo J. Macedo, Grupo Carlos Lyra e Fieb.

Além da matriz em Fortaleza e a filial recente em Belo Horizonte, a companhia também tem filiais em Recife, Aracaju, Salvador, Natal, Belém, Brasília e São Paulo.

A lista de parceiros também traz Cisco, CA e Trust Control.