Shell migrou tudo para data center da T-Systems.

A T-Systems migrou todos os ambientes hospedados internamente na Shell, sediada na Ilha do Governador-RJ, para o seu data center de Tamboré, em Barueri.

A terceirização incluiu a migração de aplicações SAP de NF-e, Job Scheduling e interfaces para máquinas físicas e virtuis.

Ao todo, o projeto abrange 55 servidores e é acompanhado pelo chamado “Sênior Top Management” da T-Systems, que atende à Shell globalmente.

O data center de Tamboré é o segundo na América do Sul e o primeiro do estado de São Paulo a receber o certificado Tier III do Uptime Institute, certificado que atesta padrões de infraestrutura segura, redundância, energia, climatização e telecomunicações.

Segundo André Almeida, Head of Computing Services & Solutions da T-Systems do Brasil, o data center é baseado na plataforma AppCom (Appliance Computing), modelo Dynamic Services, desenvolvida pela própria companhia.

A plataforma oferece serviços de processamento de dados  e armazenamento, baseados em  pagamento por uso.

O Dynamic Services também permite a virtualização de servidores, oferecendo redução de até 30% nos custos operacionais, garante Almeida.

Mundialmente, a T-Systems possui 79 data centers, compreendendo aproximadamente 116 milhões de informações processadas por segundo, 49.100 open systems server, mais de 1,8 milhão de usuários nomeados SAP, operação de mais de 1,4 milhão de desktops, suporte help desk em 28 idiomas e gerenciamento WAN para mais de 2 mil redes.