Intel quer mais contratos. Foto: divulgação.

A Intel anunciou que vai expandir seus negócios de fabricação de chips por pequenos contratos.

A notícia foi dada pelo próprio presidente-executivo da fabricante, Brian Krzanich, que afirmou que a decisão abrirá caminho para que mais produtoras de chips entrem no mercado.

Segundo destaca a Reuters, atualmente este negócio tem pouco impacto na receita da companhia, mas ao mudar o foco para este nicho, a empresa pode abrir suas fábricas para que clientes produzam chips para dispositivos móveis.

"Vamos muito mais longe. Se podemos utilizar nosso silício para fornecer a melhor tecnologia em computação, faremos isso", disse Krzanich.

De acordo com o CEO, a abertura também abre novas possibilidades de portfólio para a companhia, cujo mercado de chips para PC está recuando.

"Nossa visão é de que ela está recuando, mas começando a dar sinais de estabilização", disse.

Recentemente, fontes ligadas à Intel revelaram que a empresa deve produzir processadores com padrão ARM em 2014.

Com esta decisão, a Intel pretende turbinar seus esforços para fornecer componentes para o segmento mobile, entrando na briga com outras foundries como TSMC, UMC e Samsung.