Daniel Magalhães, CEO e head de transformação digital da Virgo. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Virgo Ventures, braço de corporate venture capital da Virgo, holding voltada para a infraestrutura de serviços tecnológicos para o setor financeiro, está em busca de startups para investir R$ 20 milhões em 2022.

O plano é selecionar cerca de 20 negócios do mercado de capitais, análise de crédito e banco de dados que sejam capazes de impulsionar a companhia e impactar os demais stakeholders do mercado de capitais.

Para participar da seleção da Virgo Ventures, as startups interessadas devem preencher o formulário no site da empresa.

“Nós pretendemos investir de R$ 300 mil a R$ 2 milhões em cada negócio. Não temos a exigência de liderar a rodada, o nosso foco é realmente incentivar esses aportes para criar um mercado de capitais maior, mais simples e com cada vez mais participantes”, explica Daniel Magalhães, CEO e head de transformação digital da Virgo.

Para conseguir um aporte, as startups devem apresentar soluções que integrem e aumentem a capacidade de controles, transparência de dados e processos do mercado de capitais.

As outras opções são serviços que simplifiquem o trabalho dos coordenadores, gestores e emissores de valores imobiliários ou startups que possam trazer novas formas de acesso a capital para empresas e projetos de médio porte que desejam obter recursos. 

“O nosso objetivo é gerar valor para que startups possam transformar a experiência tanto dos investidores institucionais quanto das médias empresas e projetos que desejam captar recursos no mercado de capitais, principalmente dentro do nosso marketplace Virgo Soluções Financeiras. Também priorizamos negócios que causem impacto na nossa vertical de securitização, além de expandir essas melhorias para os demais agentes do setor”, destaca Magalhães.

A Virgo Ventures foi lançada em 2021 e já realizou três aportes.

O primeiro deles foi na startup goLiza, que realiza a gestão de cadastros no mercado de capitais, desde o onboarding até a conexão entre empresas e a conclusão da transação. 

Em seguida, realizou um aporte de R$ 500 mil na Hent, proptech que automatiza processos de administração de loteamentos imobiliários.

O último investimento da Virgo Ventures foi na Captal, fintech que fornece recursos para projetos imobiliários, com um aporte de R$ 1 milhão.