Ceitec pronta para chipar. Foto: flickr.com/photos/N00@7

A Ceitec já iniciou a oferta do chip CTC13100 no mercado. O dispositivo pode ser usado por empresas que estão desenvolvendo soluções para o Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos (Siniav).

Conforme o Minstério de Ciência de Tecnologia, o chip é produzido com a tecnologia RFID UHF (ultra alta frequência), que atende ao protocolo Denatran G0 (geração 0) do programa Siniav e às normas de segurança e criptografia.

Com o chip, veículos poderão ser identificados através de tags localizados nos para-brisas. Os sinais dessas tags serão captados por antenas instaladas em pórticos, ruas e estradas de todo o país, podendo fazer a leitura de dados como placa, modelo, marca, ano, potência e tipo de combustível, além da data e do horário em que o veículo passou por determinado local.

As informações obtidas serão enviadas por meio de identificação por radiofrequência para bases de dados informatizadas locais e nacionais.

Entre as aplicações da tecnologia estão o rastreamento de veículos roubados, o controle e fiscalização de velocidade e fiscalização do pagamento dos impostos relacionados.

A leitura do CTC13100 pode ser feita a uma distância de 15 a 20 metros, com veículos em movimento. O componente tem duas áreas de memória, uma aberta e outra protegida por criptografia.

“A informação estará muito bem protegida. É muito pouco provável que quem esteja fora do sistema consiga ler algum dado”, observa.

O superintendente acrescenta que a Ceitec está preparada para atender o mercado brasileiro em sua totalidade, que hoje é de cerca de 75 milhões de veículos.

De acordo com o superintendente de Desenvolvimento de Produtos & Negócios, Reinaldo de Bernardi, a Ceitec já disponibiliza ao mercado amostras para desenvolvimento de tags com o chip, com entrega ainda neste primeiro trimestre de 2013.

“Além de ofertar o produto, a Ceitec S.A. pode dar o suporte técnico para qualquer empresa que queira desenvolver tags para uso no programa Siniav”, ressalta Bernardi.

SINIAV

O Siniav foi criado pelo governo federal com o objetivo de identificar toda a frota nacional.

Previsto inicialmente para entrar em vigor em janeiro deste ano, a implantação foi adiada para 30 junho de 2015, para que departamentos estaduais de Trânsito (Detrans) e indústrias interessadas em atuar no sistema tenham mais tempo para se adaptar ao programa.