Jeroen Tas. Foto: Divulgação.

A Royal Philips anunciou nessa quarta-feira, 22, a formação do grupo de negócios Serviços e Soluções de Informática para Saúde. O setor oferece programas clínicos personalizados, análise avançada de dados e plataformas baseadas em nuvem para hospitais e sistemas de saúde.

O objetivo é criar parceria com fornecedores de serviços da área para melhorar o acesso, reduzir os custos e aumentar a qualidade da classificação ao diagnóstico, o tratamento e monitoramento, além do pós-tratamento em casa. 

“Com a continuidade da expansão das ferramentas, análises, consultoria e apoio, estamos abrindo caminho para os fornecedores fazerem a transição para um cuidado mais integrado e colaborativo", informou Deborah DiSanzo, diretora-executiva da Philips Healthcare.

O setor será dirigido por Jeroen Tas, que antes era diretor de informações da empresa. Tas já passou por empresas como HP, Citibank e Mphasis. 

A Philips vai focar mais em Integrated Delivery Networks (IDNs) e contas maiores, enquanto continua a apoiar hospitais autônomos e o mercado não-hospitalar. 

O interesse da companhia em saúde passa pelo Brasil, onde adquiriu há três anos a Wheb Sistemas, de Blumenau. A empresa é especializada em software de gestão para saúde. Além disso, na mesma época, fez a aquisição da Tecso, de São Paulo. 

Ambas passam a integrar o segmento de Patient Care and Clinical Informatics da divisão Healthcare, o que ampliou o portfólio de sistemas de gestão clínica da holandesa.