BOLHA DO PATINETE?

Grow deixa 14 cidades brasileiras

23/01/2020 10:59

Anúncio acontece duas semanas após saída da concorrente Lime.

A Grow foi criada em janeiro de 2019 a partir da fusão entre a brasileira Yellow e a mexicana Grin. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Grow Mobility, empresa de aluguel de bicicletas e patinetes elétricos pelas marcas Yellow e Grin, informou que vai encerrar sua operação em 14 cidades brasileiras.

De acordo com o site Mobile Time, entre as capitais onde a empresa vai deixar de atuar estão Belo Horizonte, Brasília, Florianópolis, Goiânia, Porto Alegre e Vitória.

No espírito Santo, Guarapari e Vila Velha também entram na lista. Já no estado de São Paulo, são quatro cidades afetadas: Campinas, São Vicente, Santos e São José dos Campos. 

A Grow ainda encerra as atividades em São José, Santa Catarina, e em Torres, Rio Grande do Sul.

Em São Paulo e no Rio de Janeiro, a empresa continua atuando, mas vai deixar o aluguel de bicicletas temporariamente fora de circulação. Por enquanto, os veículos serão submetidos a checagem de operação e segurança. 

Já os patinetes que ficavam nas 14 cidades devem ser direcionados para as operações em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba.

Ainda segundo o site, a decisão faz parte de um processo de reestruturação e ajuste operacional. Os primeiros relatos que circularam pela web teriam indicado que pelo menos 50% dos colaboradores foram demitidos, mas a empresa não revelou a porcentagem oficial. 

“A eficiência econômica é um dos desafios da empresa. Por isso, em 2020, a meta é aperfeiçoar a oferta de seus serviços nas cidades em que atua e expandir suas operações com responsabilidade. A Grow também está em busca de parcerias públicas e privadas para fortalecer e expandir sua operação”, afirmou a empresa ao Mobile Time.

A Grow foi criada em janeiro de 2019 a partir da fusão entre a brasileira Yellow e a mexicana Grin. Com atuação em sete países na América Latina, a empresa de micromobilidade chegou a 20 milhões de corridas em novembro do ano passado.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, a empresa que queria se tornar um unicórnio sofreu nos últimos meses com falta de capital, disputas de poder, questões regulatórias e o alto custo das viagens em patinetes, de R$ 8 para cada dez minutos.

O jornal também afirma que, em 2019, havia expectativa de uma nova rodada de aportes. Em abril, a startup negociava investimentos de US$ 150 milhões liderados pelo grupo japonês SoftBank. A negociação não foi adiante e a Grow teria ficado com o caixa prejudicado. 

Também teria pesado a divisão entre os sócios brasileiros e mexicanos: desde o início, a Grin apostava nos patinetes. Já a Yellow via as bicicletas, de preços mais acessíveis, como porta de entrada de novos usuários. 

O cofundador da Yellow, Eduardo Musa, foi presidente da Caloi e os outros dois, Renato Freitas e Ariel Lambrecht, também fundaram a 99, primeira startup brasileira a se tornar unicórnio.

Há menos de 15 dias, a concorrente Lime anunciou que deixaria a região da AL, interrompendo a operação em 12 cidades que não estavam dando lucro. Entre as brasileiras, estavam São Paulo e Rio de Janeiro.

Segundo o site Tecnoblog, empresas como Bird, Scoot e Lyft, que não atuam no Brasil, também deixaram de operar em alguns mercados e demitiram funcionários. 

A Uber, por sua vez, começou a oferecer esses veículos no Brasil, inicialmente apenas em Santos, São Paulo.

Veja também

PATINETES
Lime deixa América Latina

No total, 12 cidades não estavam dando lucro.

TRANSFORMAÇÃO
Morre a indústria automobilística, nasce a mobilidade como indústria

Sai de cena a fabricação de carros, entra no lugar a criação de plataformas de mobilidade.

TENDÊNCIA
Micromobilidade e carro voador, você embarcaria?

Estamos assistindo a um ‘boom’ em grandes cidades mundo afora de novos serviços de micromobilidade.

TENDÊNCIAS
Orbitall libera patinetes nos corredores

Empresa entrou na moda do patinete que tomou as ruas do país nos últimos meses.

EXCLUSIVO
Porto Alegre terá frota elétrica de aluguel

Mil carros elétricos devem chegar nas ruas da capital em breve.

STARTUP
AllMobility testa patinetes e scooters em Joinville

A expectativa é que o sistema esteja disponível em julho.

CARROS
SEAT: mobilidade com IBM

Volkswagen não coloca todos os ovos na mesma cesta quando o assunto é tecnologia.

FUSÃO
Grin e Yellow unem operações com Grow

As empresas captaram U$S 150 milhões em um novo aporte a partir da fusão.

BICICLETAS
Yellow recebe aporte de US$ 63 milhões

Com os novos recursos, a ideia é expandir a operação da Yellow para outras cidades do país e exterior.