O Banco do Brasil vai iniciar um projeto-piloto para transações bancárias no Messenger. Foto: Divulgação.

O Banco do Brasil vai iniciar um projeto-piloto para permitir a realização de transações bancárias diretamente pelo Messenger, do Facebook. A iniciativa contará com cerca de 1 mil clientes na primeira fase de testes.

Inicialmente, estão disponíveis consulta de extrato da conta-corrente e informações sobre cartão de crédito como fatura, solicitação de segunda via e liberação de uso.

A troca de mensagens com os clientes no app são criptografadas de ponta a ponta.

Nos próximos dias, as consultas de saldo e extrato da poupança, assim como o extrato de fundos de investimento também estarão disponíveis pelo atendimento no Messenger. 

O atendimento na nova plataforma será feito por meio do assistente virtual do banco, que já funciona no Messenger para tirar dúvidas de clientes. Para isso, o banco utiliza recursos  do Watson, plataforma de inteligência cognitiva da IBM.

A primeira experiência do Banco do Brasil com o Watson foi lançada há cerca de um ano para atender o público interno. Com o chatbot, os funcionários do banco passaram a tirar dúvidas sobre renegociação de dívidas. 

Depois, em agosto, a instituição ampliou o uso do assistente para os clientes, com o atendimento no Messenger.

Com cerca de seis meses de funcionamento, a ferramenta registrou mais de 500 mil interações e cerca de 60 mil clientes respondidos. Hoje, a interação pelo chatbot representa 70% dos atendimentos feitos pelo BB no Facebook. Quando é necessário algum tipo de interação humana, o atendimento é encaminhado para funcionários do banco.

Desde outubro, o chatbot foi ampliado para os sistemas próprios do banco e migrou para o aplicativo. Em dezembro, começou a ser utilizado no internet banking para interações com clientes sobre módulo de segurança e bloqueio de senha.

Neste mês, o Bradesco também anunciou a expansão de seu assistente virtual criado com a plataforma Watson. Há cerca de duas semanas, a empresa anunciou que o chatbot do banco, batizado de BIA, também passou a atender aos clientes do Next, modalidade de conta digital da instituição financeira.

Até então, o chat estava disponível para clientes Bradesco no celular e para os funcionários das agências tirarem dúvidas sobre os produtos e serviços do banco.

O Bradesco foi o primeiro cliente no Brasil do Watson. A organização brasileira fez parte de um grupo de cerca de 10 pioneiros em todo mundo, a maioria bancos, incluindo também o mexicano Banorte, a financeira sul africana MMI, a espanhola Caixa, a multinacional francesa de farmacêutica Sanofi, entre outros.