Divulgação/Unisinos

Tamanho da fonte: -A+A

A Datacom fechou parceria com a Unisinos para a oferta de um MBA customizado em gestão e liderança. O objetivo é colaborar na formação de líderes dentro da empresa gaúcha.

Focado nas áreas de Engenharia Elétrica e Ciência da Computação, o curso se concretizou a partir de uma iniciativa da área de gestão de pessoas da empresa, com o programa de desenvolvimento de lideranças, parte do projeto da Universidade Corporativa Datacom.

O MBA tem cinco módulos, distribuídos em 420 horas.

A turma é composta por colaboradores de diferentes labs da empresa. São mais de 40 participantes.

“As aulas abordam assuntos como estratégia, gestão de processos, projetos e pessoas, liderança, ética, cultura e identidade organizacional”, explica uma das coordenadoras, professora Amarolinda Zanela Saccol.

Por ser in company, o curso foi customizado de acordo com as necessidades da Datacom. Isso possibilita que a dinâmica dos encontros seja diferenciada.

No meio do ano passado, a Datacom anunciou investimentos de R$ 200 milhões em P&D e produção em cinco anos, de olho no Plano Nacional de Banda Larga (PBNL).

Vencedora de uma licitação de R$ 110 milhões com a estatal encarregada do PNBL, a Telebrás, a empresa com matriz em Porto Alegre está construindo uma nova fábrica, com investimento de R$ 30 milhões, e vai investir outros R$ 170 milhões, até 2016.

A nova fábrica terá, em sua primeira fase, 11 mil metros quadrados de área total construída em um terreno de 90 mil metros quadrados às margens da BR-290.

Nos últimos seis anos, a empresa investiu mais de R$ 70 milhões em Pesquisa e Desenvolvimento.

Com empregos diretos de 650 funcionários, a empresa faturou R$ 137 milhões em 2010 e previu uma receita superior a R$ 180 milhões para 2011.

Essa não é a única parceria da Datacom com instituições de ensino.

No ano passado, a empresa firmou acordo com o C.E.S.A.R. para um programa de residência com ênfase em Desenvolvimento de Sistemas Embarcados e Gerência de Redes em Recife.

Foram 20 vagas – quatro para mestres e 16 para graduados.

O C.E.S.A.R. é um dos braços de P&D mais importantes do Porto Digital, complexo de empresas de TI do Recife que, entre seus investimentos mais recentes, direcionou R$ 500 milhões para a criação de uma unidade no Vale do Silício.