Rafael Prikladnicki, diretor da Agência de Gestão Tecnológica da PUC-RS. Foto: divulgação.

A PUC-RS e a sul-coreana Samsung firmaram nesta semana um acordo para um projeto de pesquisa na área de tecnologias semânticas e sistemas multiagentes.

O projeto prevê pesquisas no uso de técnicas de inteligência computacional para desenvolver ferramentas que auxiliem nas interações entre pessoas que trabalham em equipe e que, portanto, tenham objetivos comuns, e será conduzido na Faculdade de Informática da PUC-RS nos próximos dois anos.

O trabalho vai envolver três professores, um pesquisador de pós-doutorado, cinco alunos de pós-graduação  - três mestrandos e dois doutorandos -, um desenvolvedor de sistemas com título de mestre e um auxiliar de administração da universidade gaúcha.

A parceria foi oficializada na segunda-feira, 22, com a presença do vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da fabricante asiática, Yeun Bae Kim, que visitou o campus da universidade.

Segundo analistas, para a Samsung o uso de análises e inteligência virtual pode ser um diferencial em tecnologias móveis e nuvem, uma das frentes em que a fabricante coreana pretende investir pesado em suas novas gerações de dispositivos.

Investimento que já começa a se desenhar, já que, de acordo com o professor Rafael Prikladnicki, diretor da Agência de Gestão Tecnológica da PUC-RS, a iniciativa no Rio Grande do Sul envolve aporte da coreana.

O valor, ele prefere não revelar.

A PUC-RS e a Samsung iniciaram uma aproximação em maio de 2012, dentro das estrategias da instituição de buscar parceiros e projetos de relevância e da Samsung de se aproximar mais do setor acadêmico brasileiro.

"Esse projeto é muito relevante para a universidade na medida em que traz um novo e importante parceiro para dentro do nosso ambiente de inovação, em uma área carente de grandes projetos", finaliza Rafael.

Em 2011, a Samsung teve um valor estimado em R$ 160 milhões para suas operações de P&D no Brasil, segundo informações da própria companhia.