SAÚDE

MV: ERP para hospitais de até 70 leitos

23/05/2013 12:22

Empresa anuncia versão de seu ERP para saúde adaptada a pequenas e médias instituições.

Hospitais pequenos já podem automatizar processos com MV. Foto: Flickr.com/unilabsh

Tamanho da fonte: -A+A

A MV lança o Soul MV Start, sistema de gestão voltado a instituições de saúde de pequeno e médio porte, consideradas pela empresa como aquelas com até 70 leitos, mínimo de 90% de ocupação com pacientes do SUS e faturamento máximo mensal de R$ 1 milhão.

Idealizado a partir do software Soul MV, carro-chefe da carteira de saúde da companhia, a ferramenta permite padronizar e gerenciar processos clínicos, assistenciais, administrativos e financeiros.

“A solução tem servidor e banco de dados integrado, implantação rápida e fácil, modelo de gestão e serviço de consultoria especializada, cin ótimo custo-benefício e plano de compra facilitado, adaptado a realidade dessas instituições", garante Robson Catão, diretor Comercial da MV.

GRANDES
A MV também anuncia novidades em sua ferramenta para grandes hospitais.

O Soul MV acaba de ganhar uma nova versão do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), com novos recursos de segurança e aplicativos para tablets, além de painel para inserção e gestão de dados à beira do leito.

Outra inovação é a integração do PEP com equipamentos de monitoração de pacientes em UTIs, como monitor cardíaco, permitindo que os sinais vitais sejam lançados automaticamente no sistema de gestão.

A MV Sistemas foi fundada no Rio Grande do Sul e hoje tem matriz em Porto Alegre e sede no Recife.

A companhia, que também mantém fábricas de software em Passo Fundo e na capital pernambucana, além de dez filiais pelo país, projetava encerrar 2012 com faturamento na casa dos R$ 125 milhões. O número oficial não foi divulgado.

A carteira da empresa passa dos 200 mil usuários, totalizando um grupo de instituições cujo faturamento somado fica acima de R$ 10 bilhões por ano.

Veja também

SAÚDE TOP
MV em hospital mais luxuoso do México

Hospital Bité Médica adotou o ERP Soul MV para gerir sua operação, que funciona no conceito de hospital boutique, preconizando instalações de luxo.

SAÚDE BEM GERIDA
MV no maior complexo hospitalar da AL

Hospital das Clínicas da USP contratou o ERP Soul MV. Implantação levará 36 meses e atingirá sete mil usuários.

QUE SAÚDE!
Ascomcer automatiza processos com MV

Automatização envolve sistema MV, novos servidores e construção de sala para a TI, que agora controla os processos de todos os setores.

MENSAGEM DA SAÚDE
MV e Human: SMS para hospitais

Com o acordo, os hospitais que utilizam o Soul MV podem exportar seus dados para envio de SMS do software para a plataforma de envio da Human Mobile, que agora é a única do mercado compatível com o ERP.

Centro Clínico Gaúcho vai de Soul MV

O Centro Clínico Gaúcho, operadora de planos de saúde que, segundo dados próprios, é a maior de seu setor com matriz no Rio Grande do Sul, adotou o Soul MV para gerir seus 28 ambulatórios.

O sistema amplia o controle de procedimentos realizados e do uso de medicamentos e materiais nas instalações.

Além disso, fornece informações para a área administrativa e propicia a redução do uso de papéis.

MV cresce 20% e fecha 2011 com R$ 100 mi

A MV, especializada em sistemas de gestão de saúde, fechou 2011 com faturamento de R$ 100 milhões, crescimento de 20% em comparação ao ano anterior.

Em 2012, a companhia espera ampliar o resultado em 25%, totalizando R$ 125 milhões.

Para tanto, a estratégia se baseia em quatro pilares: gestão hospitalar, novos negócios, aquisições e internacionalização.

Lexmark: ECM, BPM e parceria com MV

A Lexmark, tradicional fabricante de soluções de impressão, anuncia o reforço de sua oferta de sistemas de gestão de documentos (ECM) e gestão de processos (BPM).

Resultantes da compra da Perceptive Software, em 2010, por US$ 280 milhões, as ofertas ganham força no Brasil com o estabelecimento de parcerias como com a Green Soluções, braço da MV para o segmento de GED na área hospitalar.

MV adquire Grupo Hospidata

A MV, especializada em sistemas de gestão para saúde, adquiriu por valor não revelado as empresas Hospidata, HDS Assessoria e Serviços e HD Processamento, que compõem o porto-alegrense Grupo Hospidata.

A expectativa é que dentro de dois anos a solução da adquirida, que atende ao nicho de pequenas e médias instituições, represente 20% do faturamento da MV – que ainda não foi fechado para 2011, mas tem projeções em torno de R$ 126 milhões.

IBM e MV zeram papel no Hospital Felício Rocho

O Hospital Felício Rocho, de Belo Horizonte, adotou uma contrato com a IBM Brasil e MV Sistemas para adoção do prontuário eletrônico e eliminação de documentos em papel.

A meta é automatizar todos os processos, reduzindo a zero o uso de materiais como fichas de atendimento, de controle de pacientes e internações, entre outros.

No projeto, a IBM adequou a infraestrutura de TI da instituição de saúde para permitir a troca do ERP então em uso pelo da gaúcha MV.