O SingularityU Brazil Global Impact Challenge busca projetos voltados à educação. Foto: Divulgação.

A Escola Concept, do Grupo SEB, em parceria com a Singularity University, acaba de lançar o “SingularityU Brazil Global Impact Challenge”. A competição é voltada para empreendedores, tecnólogos, cientistas ou agentes de mudança com projetos voltados à educação, mais especificamente à aprendizagem autodirigida.

A Singularity University já realizou o Global Impact Challenge em mais de 45 países, com um total de 162 vencedores.

Em 2018, o Global Impact Challenge terá foco em Educação e será realizada pelos chapters da SU em São Paulo, Recife e Porto Alegre. Negócios de todo o país podem participar.

“A escola Concept, em particular, não se coloca apenas como uma alternativa ao ensino tradicional, mas sim como um modelo comprometido em antecipar as mudanças que enxergamos como urgentes e inevitáveis para a dinâmica escolar. Nada mais natural, portanto, que estejamos próximos a parceiros como a Singularity University e iniciativas como o Global Impact Challenge”, afirma Thamila Zaher, diretora executiva do Grupo SEB, mantenedor das escolas Concept.

A startup ganhadora do “Global Impact Challenge” receberá uma bolsa da Concept que dá direito a dois representantes do time participarem do “SU Ventures Incubator Program”, entre 3 de setembro e 19 de outubro, incluindo estadia e alimentação. 

No programa está contemplado treinamento de liderança aos fundadores dos negócios, estruturação às empresas e um ecossistema para inovação e execução.

“Educação e aprendizado são as chaves para o crescimento. Por isso, o Brazil Global Impact Challenge faz um convite a startups, pensadores e pesquisadores para transformarem 10 milhões de brasileiros em aprendizes ativos e autodirigidos nos próximos 5 a 10 anos, por meio de inteligência e uso de tecnologias exponenciais”, diz Conrado Schlochauer, realizador do GIC e embaixador do Chapter da Singularity University em São Paulo.

O júri que escolherá as semifinalistas, finalistas e a vencedora será composto por representantes da escola Concept e da Singularity University, bem como por outros especialistas em empreendedorismo, negócios e educação.

A competição é aberta a empreendedores, pesquisadores, cientistas ou startups que tenham ou projetaram uma ideia capaz de impactar o panorama de aprendizagem no Brasil.  

O programa recebe inscrições até o dia 15 de junho, pelo site da Singularity. A competição terá semifinais com seis escolhidos para apresentar seus pitchs, que ocorrerão em Recife, São Paulo e Porto Alegre. A final será na capital paulista no dia 10 de julho.

Fundada pelo futurologista americano Ray Kurzweil, a Singularity University é um dos nomes fortes no ecossistema do Vale do Silício.

Os apoiadores incluem empresas como Google, Linkedin, Nokia e Autodesk.