CRÉDITO E DÉBITO

NCR entra em m-payment com aplicativo para SMB

23/07/2012 10:54

Tamanho da fonte: -A+A

A NCR, fabricante de equipamentos e sistemas de autoatendimento, entra no mercado de pagamento móvel com o lançamento do NCR Silver.

O aplicativo é gratuito e promete transformar qualquer dispositivo móvel equipado com o sistema operacional Android, do Google, em um terminal ponto de vendas (PoS).

Conforme Christian Nahas, vice-presidente da NCR para Pequenas e Médias Empresas, a meta é atender ao segmento SMB, já que o lançamento desonera a companhia usuária de pagar tarifas exigidas em contratos com administradoras de cartões de débito e crédito – os tradicionais 5% embutidos em pagamentos no cartão.

Para processar e controlar os pagamentos dos clientes via NCR Silver, a empresa só precisa fornecer a leitora de cartão de crédito, que custa em torno de US$ 79, ou um dispositivo verificador de código de barras, para verificação dos cartões, que fica em US$ 549, segundo Nahar.

A NCR também oferece uma espécie de caixa registradora para iPad, com leitor de cartão, impressora de recibos e gaveta para dinheiro, no valor de US$ 619.

A caixa registradora agrega uma mensalidade de US$ 79 por dispositivo móvel equipado.

O valor cai para US$ 39 por mês para os primeiros 1 mil comerciantes que adquirirem o NCR Silver.

Veja também

PASSANDO O RODO
NCR compra três no Brasil

Americana leva as brasileiras POS Integrated Solutions, Wyse e RDS. Meta: se fortalecer em automação comercial, com foco especial no varejo e segmento de restaurantes.

NCR e Scopus: parceria em ATMs no BR

A norte-americana NCR e a Scopus Tecnologia – subsidiária do Banco Bradesco –, anunciaram um acordo para a produção e desenvolvimento de caixas de autoatendimento bancário (ATM) no Brasil.

Os termos da negociação não foram divulgados, segundo o Valor Econômico.

51% da classe C já tem cartão de crédito

Mais da metade (51%) dos consumidores de classe C possui cartão de crédito, de um total de 80% que tem cartão de crédito.

É o que aponta uma análise feita pela Visa sobre uso, hábitos e práticas de pagamento no Brasil e divulgada pela revista Exame.

O levantamento aponta que em 2010 o uso dos cartões de crédito por este segmento foi maior em compras pela internet (71%), no pagamento de passagens aéreas (54%) e nos pagamentos de móveis (40%).

Brasileiros usam mais m-payment que europeus

Um estudo da Accenture mostra que 70% dos consumidores brasileiros entrevistados são favoráveis ao uso de celulares para pagamento de contas.
 
O índice supera o dos EUA e Europa, onde apenas 26% das pessoas ouvidas mostraram-se abertas ao uso dos telefones para este fim.

O estudo foi realizado em 11 países, junto a 1,1 mil entrevistados considerados como usuários "tech-foward", ou pioneiros na adoção de equipamentos digitais que se conectam a Internet.

Mirando varejo, NCR leva Radiant por US$ 1,2 bi

A fabricante norte-americana de equipamentos e sistemas de autoatendimento NCR acaba de comprar a Radiant Systems, especializada em software de ponto de venda.

A aquisição foi fechada em US$ 1,2 bilhão.

Conforme comunicado da NCR, o negócio já foi aprovado pelos conselhos das duas companhias e está em fase de aprovação por órgãos reguladores.

A projeção de conclusão é ainda no terceiro trimestre deste ano.

Amdocs tem m-payments na nuvem

A Amdocs lança o Amdocs Mobile Payments, gateway baseado na nuvem pensado para ajudar as operadoras a expandir os negócios de pagamentos móveis.

De olho num segmento que deve movimentar US$ 670 bilhões até 2015 conforme a Juniper Research, a Amdocs lança a solução na modalidade Saas, como oferta flexível para as operadoras que procuram atrair o público adepto das novas tecnogias.

iPhone vai virar cartão de crédito?

As próximas gerações do iPhone e do iPad poderão ser usadas para realizar pagamentos.

Segundo matéria da agência Bloomberg publicada nessa terça-feira, 25, a Apple estaria trabalhando para equipar os gadgets com uma tecnologia alternativa aos pagamentos feitos com dinheiro ou cartão de crédito.

Paulista Freedom implanta m-payment na Nigéria

A paulista Freeddom firmou uma parceria com o UBA – United Banking for Africa para desenvolver e implementar uma solução mobile para transações financeiras na Nigéria.

A parceria fundou um consórcio que participou de uma licitação junto ao Banco Central Nigeriano (CBN).

Na concorrência, da qual participaram outros 32 consórcios, UBA e Freedom ficaram entre os quatro grupos autorizados a operar a licença de mobile payment no país a partir de abril deste ano.

American e Verizon: US$ 19 mi em m-payment

A Payfone, fornecedora de soluções para pagamentos móveis, acaba de atrair um investimento de US$ 19 milhões em financiamento.

Zero9/Neomobile compra Onebip, de m-payment

A Zero9/Neomobile, grupo italiano de mobile media, adquiriu a Onebip, empresa também italiana especializada em soluções de mobile payment para publicadores de jogos online, redes sociais e e-commerce em geral.

Conforme dados próprios, a Zero9/Neomobile – resultado de uma fusão concluída há cerca de dois meses - é um dos três maiores players de mobile commerce da Europa.

Com a nova compra, o grupo também prevê a expansão dos negócios no Brasil.

iBill lança sistema de pagamento móvel

Será lançado no dia 9 de setembro o iPink, uma solução para pagamento móvel. O lançamento será na casa noturna Pink Elephant.

Apesar da parceria inicial com uma casa noturna, o app serve para qualquer estabelecimento que atende ao público.

Google entra no pagamento móvel

O Google fechou parceria com Sprint Nextel, Citibank e MasterCard para entrar no mercado de pagamentos móveis com um aplicativo para celulares chamado Google Wallet (carteira Google).

Segundo o jornal Financial Times, o sistema se baseia na tecnologia Near Field Communications (NFC).

“Nós nos unimos aos líderes da indústria para criar a próxima geração do comércio móvel”, declarou  Stephanie Tilenius, vice-presidente de comércio e pagamentos do Google.

Google terá cartão de crédito para AdWords

O Google tem mais uma novidade: um cartão de crédito para seus anunciantes.

Segundo a agência Reuters, a oferta é uma nova tentativa fortalecimento na competição pelo mercado online.

Chamado de AdWords Business credit card, a iniciativa só pode ser utilizada para compra de anúncios no Google. Por enquanto, a oferta se restringe aos usuários dos Estados Unidos.