Unimed Curitiba. Foto: divulgação.

A Unimed Curitiba ampliou o gerenciamento de sua infraestrutura de TI, aumentando a capacidade de resposta automática do sistema autorizador ao usuário de 70% para até 99%, em cerca de um ano de uso do OpMon, da gaúcha OpServices.

Conforme Altevir Cardoso Junior, supervisor de Infraestrutura de TI da cooperativa de saúde curitibana, a solução responde às solicitações dos usuários em até cinco segundos.

O OpMon é uma ferramenta para gerenciamento de infraestrutura e sistemas e monitoramento da experiência do usuário.

Neste caso, o contrato envolve a solução e serviços de gerenciamento de recepção de contas eletrônicas, processamento de faturamento e cobrança, serviços de implantação e manutenção, entre outros.

Tudo é pago mensalmente. O valor não foi revelado.

A Unimed Curitiba congrega cerca de quatro mil médicos cooperados e atende a 560 mil beneficiários.

A instituição é a maior cooperativa de saúde do Paraná e figura entre as cinco maiores do Sistema Unimed , segundo dados próprios.

Além disso, conforme o rankinga da Revista Exame – Melhores e Maiores, trata-se da maior operadora de planos de saúde da região Sul.

Já a OpServices tem sede em Porto Alegre e escritório em São Paulo.

Especializada em soluções de governança, gerenciamento de infraestrutura de TI e CEM (Customer Experience Management), a companhia atende a outros clientes da área de saúde, como Unimed Porto Alegre e Hospital de Clínicas (HCPA).

A carteira traz também nomes de outros segmentos, como Perto, Banrisul, Grendene, Doux Frangosul, Quero Quero e Colombo.