Cisco. Foto: flickr.com/photos/woueb/

A Cisco Systems vai comprar a Sourcefire por US$ 2,7 bilhões.

O valor oferecido pela fabricante de equipamentos de rede pela companhia especializada em segurança foi de US$ 76 por ação em dinheiro, o que representa um prêmio de 28,6% sobre o preço das ações na segunda.

A Sourcefire faturou US$ 223,1 milhões no ano passado, uma alta de 35% frente aos resultados do ano anterior.

A empresa anunciou em maio o fechamento de um contrato de OEM para iniciar a produção de soluções no Brasil por meio de um parceiro não identificado na Bahia.

Presente no Brasil desde 2010, a Sourcefire tem escritórios em São Paulo e Brasília, atendendo a um número de clientes também não revelado, que se concentra nos segmentos de governo e grandes companhias, segundo dados da corporação.

A Cisco tem feito diversas aquisições na área de segurança de redes. No começo do ano, comprou a checa Cognitive Security e no ano passado a americana Virtuata.

As aquisições da Cisco busca recuperar o terreno perdido em segurança de redes para áreas como aplicações web, de mídia social e streaming de vídeo para empresas menores como Juniper Networks Inc, Check Point e Palo Alto Networks.