Camilo Rubim.

A T-Systems vai começar a vender no Brasil software de gerenciamento de relacionamento de clientes (CRM, na sigla em inglês) da SalesForce.

A novidade é uma extensão de um acordo que as duas companhias já mantinham na Europa, África e Oriente Médio.

Inicialmente, o foco do acordo é a  divisão automotiva da companhia alemã, onde já há clientes que contratam serviços da T-Systems focados nos seus concessionários.

A T-Systems não abre nomes, mas é um fato sabido que um dos seus maiores clientes em nível mundial é a Volkswagen, de quem inclusive a empresa comprou uma subsidiária de TI, a Gedas, ainda em 2005. Daimler também é cliente.

“È um importante passo em nossa estratégia de computação em nuvem”, diz Camilo Rubim, vice-presidente de vendas para o setor automotivo da T-Systems do Brasil. “Toda empresa, independentemente do seu tamanho, precisa investir na digitalização de seus modelos de negócio”.

A parceria entre as empresas envolve uma solução criada conjuntamente chamada Customer Experience Management (CEM), que, de acordo com a T-Systems, permitiria “uma nova dimensão na relação entre proprietários de veículos e concessionárias”.

Com a solução CEM, a T-Systems oferece uma ferramenta em nuvem baseada na plataforma de CRM da Salesforce, para fornecer serviços automotivos individuais. 

“Por exemplo, por meio de um aplicativo, o cliente pode coletar todas as informações do veículo em exposição na concessionária para que depois reveja todos os dados no conforto de sua casa”, diz Luciano Miyake, gerente comercial de soluções de vendas e pós-vendas da T-Systems.

O acordo com a T-Systems é a maior parceria do gênero já anunciada pela SalesForce no Brasil, onde a companhia tem investido desde a abertura de um escritório em São Paulo, em 2013. 

Na época, a SalesForce informou ter 1,5 mil clientes no país, número que haveria triplicado desde 2010.

Outro acordo foi anunciado em abril, quando a Everis, multinacional de consultoria em TI e BPO, anunciou um acordo com a Salesforce para a criação de um centro focado em Salesforce em São Paulo, envolvendo 20 consultores. 

T-Systems e SalesForce estão em sintonia em outros assuntos. A T-Systems é um dos maiores parceiros no país da sua conterrânea SAP, tendo anunciado em abril inclusive a contratação de 300 funcionários para essa área em Blumenau, em Santa Catarina.

Para montar sua operação no Brasil, a SalesForce investiu pesado em ex-executivos da SAP, incluindo o seu vice-presidente de vendas para contas corporativas, Renato Morsch, ex-VP de vendas da SAP, que funciona como um country manager por aqui. 

Em junho, uma reportagem do Baguete revelou que a SalesForce havia contratado meia dúzia (literamente) de ex-executivos da SAP desde o começo do ano para assumirem posições de gerente de contas estratégicas sênior nas diferentes verticais.

No ano fiscal 2014, a SalesForce contabilizou um crescimento de 32% em sua receita, ultrapassando a marca dos US$ 5 bilhões e fechando o ano com um faturamento de US$ 5,4 bilhões.

A T-Systems é uma empresa do grupo Deutsche Telekom, com faturamento de 8,6 bilhões de euros no ano fiscal de 2014.

A empresa está presente no Brasil desde 2001, com 13 escritórios, quatro data centers - sendo o T-Center certificado como Tier III - e mais de 2 mil colaboradores.