SOJA

Granol migra para Azure com SOU.cloud

23/07/2021 10:11

A janela de tempo disponível para a transição era de apenas um final de semana.

A empresa atua na produção e comercialização de grãos, farelos, óleos vegetais e biodiesel. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Granol, que atua na produção e comercialização de grãos, farelos, óleos vegetais e biodiesel, migrou do data center tradicional para a nuvem da Microsoft Azure em projeto com a SOU.cloud, consultoria especializada em soluções da marca.

Com o negócio em expansão, a companhia precisava minimizar despesas com infraestrutura e modernizar suas operações. Na busca por uma solução, escolheu a plataforma da Microsoft devido à segurança e integração, além de considerá-la a com o melhor custo-benefício.

Devido ao volume de transações no período, a janela de tempo disponível para a migração era de apenas um final de semana, mas a transição levou somente 24 horas sem que os negócios parassem. No dia do go live, a equipe da SOU.Cloud pôde ir para casa às 17h.

“Quando começamos a trabalhar, foi como uma segunda-feira qualquer. Não tivemos a sensação de mudança brusca porque tudo estava funcionando tranquilamente, graças a todo o preparo anterior e aos profissionais envolvidos”, conta Ricardo Janotta, coordenador de TI da Granol.

A Granol já tinha outros recursos em nuvem, como o Microsoft 365, mas, segundo a empresa, a mudança de infraestrutura foi uma quebra de paradigma — trazendo mais segurança e escalabilidade, além de deixá-la pronta para os desafios da pandemia.

O resultado teria sido um impacto positivo na produtividade da equipe técnica, acelerando a realização de projetos, assim como benefícios financeiros a partir da queda na demanda de estrutura técnica e de pessoal para resolver problemas de maquinário. 

“São ganhos em tempo, em facilitadores, em segurança, foi um processo que fez muito sentido para a Granol”, avalia Janotta.

Nascida em 1965, a Granol conta com cinco complexos industriais, 24 regionais de compra e armazenagem de grãos, três usinas de biodiesel, duas usinas de glicerina e uma fábrica de lecitina, além do escritório matriz em São Paulo.

“Ficamos felizes de saber que as expectativas da empresa e dos colaboradores foram e continuam sendo atendidas. Estamos aqui para ajudar a Granol a alcançar a sua melhor versão na nuvem”, afirma Fábio Junges, CEO da SOU.cloud.

A SOU.Cloud é resultado da fusão das operações de computação em nuvem da Teevo e da LGTi, duas parceiras tradicionais da Microsoft. A empresa tem 25 funcionários e 1 mil clientes, entre eles Havan, Zilor e Agrodanieli.

A consultoria já obteve a certificação Azure MSP Expert, um selo que só é detido por menos de 100 parceiros da Microsoft em todo mundo, incluindo cerca de uma dezena deles com atuação no Brasil, como a Softline, Claranet e Dedalus, além de grandes multinacionais como Atos, SoftwareOne e Wipro.

Veja também

INFRA
Viveo: armazenamento com Pure Storage

O antigo Grupo Mafra precisava transformar sua rotina de processos financeiros e operacionais.

BIG FOUR
EY reforça time de tecnologia no Brasil

Equipe do Tech Delivery vai saltar dos atuais 100 para 900 até 2024.

DIGITAL
Unicamp usa Adobe Sign em estudo sobre Covid-19

A ferramenta será usada para a assinatura remota do termo de consentimento de mais de 5 mil participantes.

CONTACT CENTER
Zoom compra Five9 por US$ 14,7 bi

As duas americanas montaram operação no Brasil recentemente.

PÓS-PANDEMIA
Agilidade no planejamento, orçamento e previsão

Pesquisa da FSN aponta o caminho que o Financeiro deve seguir, por Gary Simon.

REFORÇO
SoftwareOne compra ITST

Gigante de integração de TI reforça sua prática SAP no Brasil com aquisição.