Tecnologia da Indra é transmitida via Glass. Foto: divulgação.

Para apresentar sua tecnologia de artroendoscopia sem fios Wireless Arthroscopic Device (WAD), a Indra apostou em outra inovação. Na semana passada, uma cirurgia usando o sistema foi transmitido ao vivo usando os óculos de realidade aumentada Google Glass, e o app Glassters Streamer.

O procedimento, realizado pelo traumatologista Pedro Guillén, da clínica Cemtro, de Madri, foi transmitida ao vivo para cerca de 300 universidades e hospitais em todo o mundo, através do Streamer, desenvolvido pela empresa espanhola Droiders.

Segundo destaca a Indra, a experiência inédita permitiu criar um novo conceito, “o centro cirúrgico único e global”, no qual foi possível acompanhar por meio do link no Youtube da página da clínica Cemtro e da web do Droiders, de onde foi transmitida em aberto.

Além disso, os cerca de 300 participantes puderam fazer perguntas a Guillén e a sua equipe por meio de chat e dois cirurgiões fizeram intervenções para comentar em tempo real o desenvolvimento da operação.

O desenho da retransmissão incluiu em uma mesma tela diversas imagens do procedimento médico: o campo cirúrgico que se vê a partir das Google Glass, a imagem do dispositivo artroscópico da Indra e a de uma câmera com visão de toda a sala.

O WAD é o primeiro dispositivo que não precisa estar conectado a uma torre de artroscopia, nem a uma fonte de luz. Com isso, é reduzida a probabilidade de infecções, o tempo necessário para preparar o centro cirúrgico e a infraestrutura para realização destas intervenções, além de aumentar a mobilidade do cirurgião durante a intervenção.

Presente no Brasil desde 1996, a Indra conta atualmente com uma equipe de mais de 7,5 mil profissionais no país. Globalmente, mais de 32 milhões de pessoas nos quatro continentes se beneficiam das soluções e sistemas desenvolvidos pela Indra no âmbito da saúde.

Suas soluções são utilizadas por mais de 100 mil profissionais em mais de 5,6 mil centros de saúde e hospitais e tornam possível a formalização de cerca de 500 mil consultas a cada dia.