LIVE! BRASIL

Evento em SP aborda o uso da RFID

23/09/2013 15:05

Tecnologia aumenta em 92% a precisão dos estoques no varejo. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Nos dias 6 e 7 de novembro, ocorre em São Paulo o LIVE! Brasil. Durante o evento, o uso de Radio Frequency Identification (RFID) será discutido.

A ferramenta é utilizada para melhorar a eficiência e visibilidade, além de reduzir o encolhimento.

A redução de custos para fabricantes, rastreamento e identificação de ativos retornáveis, aumento da produtividade e segurança serão alguns dos temas abordados.

O Aberdeen Group revela que  essa tecnologia aumenta em 92% a precisão dos estoques do setor do varejo.

De acordo com estudos da Universidade de Arkansas, a RFID pode aumentar a precisão do inventário entre 17% e 27% e otimizar em 96% o tempo e esforço de contagem de ciclo.

A programação completa e o formulário para inscrição no evento podem ser encontrados no site do RFID Journal.

Membros da Associação Brasileira de Automação (GS1) têm desconto de 15%. Para isso, é preciso colocar o código promocional “BRBE” no momento da inscrição.

Veja também

MONITORAMENTO
T-Systems e Azeti: gerenciamento M2M com RFID

A T-Systems, empresa de TI do grupo Deutsche Telekom, fechou acordo com a alemã Azeti Networks AG, fabricante de produtos de monitoramento distribuído de equipamentos, para lançamento de sistemas de gerenciamento remoto baseadi em RFID.

MODELO PARA GS1 GLOBAL
GS1 Brasil: CNP na nuvem da MS

Entidade lança o Cadastro Nacional de Produtos, plataforma baseada em Internet quer roda na nuvem Azure, da Microsoft, e tem recursos para gestão e controle de numeração de mercadorias cadastradas nos padrões globais.

EM 2014
GS1 e OMA: padrão no código de barra móvel

A GS1 e a Open Mobile Alliance (OMA) firmaram uma aliança para criar uma especificação padrão para habilitar a leitura de código de barras em dispositivos móveis.

AUTOMAÇÃO NO SUPER
Koch: 14 mil etiquetas Seal nas gôndolas

Supermercado catarinense implantou etiquetas em sua nona loja, na qual investiu R$ 18 milhões.