Apple bate recorde de venda novamente. Foto: flickr.com/photos/skydivertak.

A Apple anunciou nesta segunda-feira, 23, que vendeu 9 milhões dos novos modelos do iPhone - 5S e 5C - lançados oficialmente na última sexta-feira, 20. Os números representam novamente uma quebra de recorde de vendas para a marca, que era de 5 milhões de unidades no lançamento do iPhone 5.

Para analistas, o resultado foi inesperado, devido ao esfriamento da marca no último ano, devido à pesada concorrência com a Samsung e o Android, assim como o avanço dos smartphones de preços mais baratos.

Inclusive, foi essa mudança de mercado que fez a Apple rever sua estratégia - antes focada no segmento premium - e criar o 5C, um modelo mais barato.

Segundo a fabricante norte-americana, a procura dos consumidores excedeu a oferta inicial de aparelhos, mas novas entregas já estão programadas para as próximas semanas. A informação é da Bloomberg.

Em comunicado, o CEO da Apple Tim Cook afirmou que esse foi o melhor lançamento de iPhone que a empresa já fez.

“Agradecemos a paciência de todos e garantimos que estamos trabalhando duro para fazer iPhones suficientes para todo mundo”, acrescentou. O iPhone foi primeiramente lançado nos Estados Unidos, Austrália, Canadá, China, França, Alemanha, Hong Kong, Japão, Porto Rico, Cingapura e Reino Unido.

Analistas temiam que, mesmo tendo lançado o modelo 5C, que é mais barato, o preço ainda não seria atrativo o suficiente para países emergentes.

No Brasil, estima-se que o 5C chegue só no final do ano, por cerca de R$ 1,8 mil.

Além das vendas, a Apple destacou que 200 milhões já mudaram o sistema operacional de seus iPhones para o novo iOS 7, a atualização de software mais rápida da história.