Pontofrio usa tablets para atender. Foto: divulgação.

O Pontofrio, uma das maiores redes varejistas do país, está iniciando em suas lojas físicas o uso de tablets para o atendimento de clientes, com o objetivo de otimizar a experiência de compra.

No projeto, ainda em fase piloto, os vendedores da rede utilizam iPads configurados com todas as especificações de produtos e um sistema para a realização do pedido de compra. O pagamento (checkout) ainda é feito em um caixa tradicional.

Segundo a varejista, entre a decisão do cliente e a finalização do pedido, que hoje leva em média 15 minutos, considerando os processos que envolvem pagamento e emissão de nota fiscal, passarão a ser feitas em um intervalo de 3 a 5 minutos.

Os tablets foram configurados com sistema desenvolvido pela área de TI da Via Varejo, em parceria com as áreas de eficiência operacional e de marketing e inteligência de mercado.

A ideia da empresa foi criar um software que entregasse as ferramentas necessárias ao vendedor, para que ele pudesse ter informações sobre produtos, estoque, serviços e formas de pagamento de forma rápida, visual e prática.

A novidade já está disponível na unidade Pontofrio do Park Shopping São Caetano, na região metropolitana de São Paulo e, até o fim do ano, em cerca de 10 lojas da rede em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal.

A expectativa da empresa é que até o final de 2015, todas as unidades da rede atendam seus consumidores com a utilização dos tablets. Além disso, segundo a companhia, o plano é ter no futuro a opção de também fazer o pagamento pelos dispositivos móveis.

De acordo com Jorge Herzog, vice-presidente de Operações da Via Varejo, empresa que também administra a marca Casas Bahia, a iniciativa utiliza tecnologia e inovação para obter ganhos no atendimento ao cliente, experiência de compra e eficiência operacional.

“Percebemos que, após escolher o seu produto, o consumidor ainda não está satisfeito com o tempo que leva na finalização da compra. Então, desenvolvemos uma solução que agiliza esta etapa. Além disso, deixamos o vendedor com disponibilidade para dar mais atenção ao cliente, esclarecendo dúvidas e apresentando o produto, em detrimento do tempo que ele precisava manipular sistemas para registrar o pedido de compra”, comenta.

A nova tecnologia se assemelha ao que foi adotado recentemente pela gaúcha Paquetá, rede varejista de artigos de vestuário. A empresa utilizou, em lojas piloto nos shoppings Lindóia e Bourbon Wallig, em Porto Alegre, o uso de tablets para agilizar seus processos de venda.

Cerca de dez aparelhos foram utilizados em cada loja. Através dos equipamentos, os funcionários podiam consultar preços, solicitar itens do estoque e até mesmo finalizar a operação de compra, emitindo a nota fiscal para o smartphone ou e-mail do cliente via NFC-e.